14/03/2016 13h40 - Atualizado em 06/05/2018 10h51

Apresentação

Aprovado na 57ª Renião da CPC-ES em 26 de março de 2015, o curso é uma iniciativa  conjunta do Instituto de Ciências Sociais (ICS) e do Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore (MTB). Ele foi antecedido por um pós-graduação latu sensu, a Especialização em Antropologia que aconteceu entre os anos de 2013 e 2014, tendo como resultado a formação 18 especialistas. Muitos desses trabalhos já foram apresentados em congressos da área, publicados em periódicos científicos e vários dos alunos ingressaram no mestrado em antropologia e áreas afins após a experiência. 

O curso visa atender uma demanda de mais de uma década de alunos de ciências sociais, interessados em se tornar antropólogos, que concluem o curso e não tem condições ou interesse de migrar para fora do estado para continuar seus estudos. Apesar dessa preocupação, o curso é aberto a profissionais de outras áreas, como aqueles formados nos cursos de humanas, saúde, sociais aplicadas, comunicação, artes e letras e até das ciências naturais e exatas que tenham interesse em qualificar a sua carreira a partir do conhecimento antropológico. 

O curso busca promover uma articulação das pesquisas realizadas na instituição com problemáticas de âmbito regional bem como a circulação desse conhecimento local em âmbito nacional e internacional. Nesse sentido, objetiva a construção de diálogos mais abrangentes do ponto de vista teórico e diversificados em termos das abordagens etnográficas. Ao mesmo tempo, aposta na aplicação do conhecimento antropológico para além do âmbito estritamente acadêmico, privilegiando a formação de profissionais que atuam ou colaboram com órgãos públicos, empresas privadas e organizações não governamentais.

Os alunos aprovados na seleção deverão cursar 24 créditos, sendo 12 deles obtidos em disciplinas obrigatórias e os demais em disciplinas eletivas. O mestrado tem duração de 24 meses e uma dissertação deverá ser submetida e apreciada por uma banca de avaliação para a conclusão do curso e obtenção do título de Mestre em Antropologia Social.

Esse é o 31º curso de pós-graduação da UFAL.

Logo PPGAS