Você está aqui: Página Inicial / Pós-Graduação / Mestrado em Antropologia Social / Autoavaliação / Instrumento de autoavaliação

Instrumento de autoavaliação

Com o intuito de acompanhar e aprimorar as atividades, o PPGAS instituiu uma comissão responsável pela elaboração de um instrumento de autoavaliação, composta pelas professoras Débora Allebrandt e Nádia Meinerz. O instrumento elaborado pela comissão teve formato digital, ancorado na plataforma google forms. Foram elaborados formulários específicos para docentes e discentes. Esses formulários foram configurados para receber apenas uma resposta de cada convite enviado.

O formulário para docentes foi dividido em 1)avaliação e autoavaliação das atividades  e infraestrutura do PPGAS; 2) autoavaliação de disciplinas ministradas; 3) autoavaliação das atividades de orientação.

No quesito 1, os docentes foram perguntados acerca do atendimento dos servidores e coordenação; avaliaram a infraestrutura; espaço de salas de aula e os meios de comunicação. Os docentes também autoavaliaram sua dedicação às atividades de pesquisa, ensino e administração; seu uso de tecnologias da informação; assiduidade e engajamento nas atividades propostas pelo PPGAS.

No quesito 2, respondem apenas docentes que ministraram disciplinas no período avaliado. Esses docentes informam sobre o número de encontros, apresentação do cronograma, reposição de aulas, indicação de bibliografia em língua estrangeira e podem apontar as dificuldades didáticas e avaliativas que enfrentaram.

No quesito 3, os docentes que possuem orientandos respondem sobre a periodicidade e temas dos encontros de orientação. Há ainda espaço para revelar dificuldades encontradas no processo de orientação.

O formulário para discentes é composto pela 1) Avaliação e autoavaliação de seu desempenho em cada disciplina cursada; 2) Avaliação das atividades de orientação; 3) Avaliação e autoavaliação das atividades e infraestrutura do PPGAS.

No quesito 1, os discentes avaliaram o número de encontros, a apresentação do cronograma, a reposição das aulas e o cumprimento do plano de curso. Além disso, avaliaram a adequação dos conteúdos, compatibilidade da carga de leitura e pontualidade do docente. Os discentes informaram a indicação da bibliografia estrangeira, seu aproveitamento dessas leituras e a necessidade de instrumentalização nesse idioma. Eles também autoavaliaram sua pontualidade, assiduidade e dedicação à disciplina em questão.

No quesito 2, os discentes avaliaram a periodicidade, iniciativa e eficiência nos encontros de orientação. No quesito 3, os discentes ponderam a infraestrutura do programa, o atendimento na secretaria e coordenação, a divulgação das atividades e seu engajamento nas atividades promovidas pelo Programa e seus grupos de pesquisa.