Você está aqui: Página Inicial / Graduação / Música / Pesquisa / Projetos de Pesquisa - PIBIC (2019-2020)

Projetos de Pesquisa - PIBIC (2019-2020)

Música e Memória: Japiassú, a banda feminina e sua obra

Em continuação dos projetos PIBIC 2017/2018 e 2018/2019, daremos seguimento à abordagem na busca dos ressignificados das obras dos compositores de Banda de Música "desconhecidos" do público especializado em música no Estado de Alagoas e da comunidade em geral. Continuamos a temática sobre a obra do Maestro Aquino Costa Japiassu que nos anos de 1920 no ramo têxtil no Nordeste, através do industrial Gustavo Guedes Pinto de Paiva, implantou a música no sistema escolar da CAFT. Dirigido pela Senhora Judith Bastos (esposa de Gustavo Paiva) instituiu-se desde a década de 1920 um núcleo educativo que dentre outras funções pretendia erradicar o analfabetismo de Rio Largo no período vigente e proporcionar igualdades laborais aos seus operários e operárias e consequentemente de seus dependentes, antes mesmo das reformas trabalhistas realizadas na era Vargas. Em 1936, portanto com tal incremento da CAFT, no sentido desta educação e saúde e em decorrência dos grupos educativos e artísticos fundados no complexo fabril, aportou em Alagoas um maestro pernambucano da cidade de Agrestina chamado Aquino Costa Japiassu. Este músico desenvolve, sob a ordem e supervisão de Gustavo Paiva, grupos musicais ligados à CAFT: A Banda de Música Cachoeira e o grupo feminino Jazz-Band Japy. Tais grupos femininos estenderam-se às atividades de um Coral e uma Banda Feminina. Sabe-se que tal grupo perdurou por 25 anos, alguns anos mesmo após a morte do Empresário Gustavo Paiva em 1943 e por cortes devido a crise da indústria têxtil em Alagoas nas décadas de 50\60 o grupo foi extinto pela diretoria subsequente. Desta forma, pretendemos através desta pesquisa, oferecer à comunidade acadêmica e a população alagoana, um recorte histórico da memória, da musica e da cultura alagoana de duas fontes artísticas que vigoraram no meado do século XX; o Maestro Japiassu e a Banda feminina da CAFT. Nesta etapa pretendemos completar mais uma parte deste acervo de Japiassu e dividi-los em temáticas de catalogação; as obras didáticas, as obras para Piano, as obras espíritas, este ultimo em decorrência da atuação de Japiassu na militância filosófica kardecista. Trata-se de um trabalho inédito que já rendeu em 2018 a publicação do livro o Maestro dos Teares Volume 1. Esperamos que os resultados deste projeto nos possibilite a publicação do volume 2. 

Pesquisador responsável: Prof. Dr. Marcos dos Santos Moreira

Alunos IC: João Gracindo Neto

 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A presença da música nas escolas públicas de educação básica em Maceió/AL

 

Em 18 de Agosto de 2008 foi sancionada a lei federal nº 11.769/08 que teve como objetivo tornar a música conteúdo obrigatório, mas não exclusivo, na educação básica. Em 02 de Maio de 2016 foi homologada nova lei nº 13.278/16 alterando a lei anterior, dispondo que “As artes visuais, a dança, a música e o teatro são as linguagens que constituirão o componente curricular de que trata o § 2º deste artigo” (BRASIL, 2016). Apesar desta obrigatoriedade vigente, não temos um mapa sobre a situação atual em Maceió/AL acerca da presença da música nas escolas de educação básica o que dificulta as ações por parte da comunidade escolar, da sociedade e mesmo do governo para a implementação e manutenção da música nas escolas.

Hoje não temos dados precisos de quantos professores de música atuam nas escolas públicas de Maceió, bem como a formação e perfil destes professores. De maneira informal, temos informações de professores de música atuando: (i) na disciplina de Arte, abordando todas as linguagens; (ii) apenas com o conteúdo “música”, mas não para todos alunos, e sim em forma de oficina para alguns; (iii) com um conteúdo apenas “teórico” de música em sala de aula. Estudos já realizados em outras cidades apontam que a música está presente em grande parte das escolas, nas suas mais variadas formas e com uma diversidade de perfis profissionais.

Assim, esta pesquisa tem por objetivo geral realizar um mapeamento sobre o ensino de música dentro do componente curricular Arte nas escolas públicas de educação básica em Maceió/AL, identificando o perfil dos profissionais que dão as aulas de música nessas escolas a fim de compreender as práticas pedagógico-musicais realizadas por estes docentes. Além disso, pretende-se identificar como se dão as relações entre legislação, políticas públicas voltadas para a educação e a prática pedagógica musical em duas dessas escolas.

Acredita-se que esta pesquisa proporcionará uma compreensão das práticas pedagógico-musicais desenvolvidas nas escolas públicas de Maceió, possibilitando a identificação das relações entre legislação e políticas públicas voltadas para a educação musical escolar. Espera-se também estreitar os laços e diálogos com as secretarias para parcerias, não apenas na realização de estágios dos licenciandos nas escolas, mas também para a promoção de cursos de formação continuada para arte-educadores.

Pesquisadora responsável: Profa. Dra. Ziliane Lima de Oliveira Teixeira

Alunos IC: Érica Morais da Silva, Jonathan David dos Santos, Nyron Higor Mendes Lima