Você está aqui: Página Inicial / Graduação / Biblioteconomia / Informes / Tese apresenta a perspectiva de publicação de livros em formato digital pelas editoras universitárias na América Latina
19/02/2020 17h25

Tese apresenta a perspectiva de publicação de livros em formato digital pelas editoras universitárias na América Latina

Defesa de Tese da Profa. Robéria de Lourdes de Vasconcelos de Andrade

Profa. Dra. Robéria de Lourdes e banca de defesa

Nelma Camêlo de Araujo

No dia 14 de fevereiro, a Professora do Curso de Biblioteconomia/UFAL Robéria de Lourdes de Vasconcelos Andrade defendeu a tese intitulada "Perspectivas da publicação de livros em formato digital pelas editoras universitárias na América Latina" junto ao Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba (PPGCI/UFPB).

A Banca Examinadora foi composta pelos docentes: Prof. Dr. Wagner Junqueira de Araújo (PPGCI/UFPB - orientador); Prof. Dr. Henry Pôncio Cruz de Oliveira  (PPGCI/UFPB); Profa. Dra. Izabel França de Lima  (PPGCI/UFPB); Profa. Dra. Luciana Ferreira da Costa  (PPGAV UFPB/UFPE) e; Prof. Dr. Ronaldo Ferreira de Araujo  (PPGCI/UFAL).

 

Resumo:

O uso das tecnologias da informação e comunicação bem como o movimento de acesso aberto estimulam a ampliação dos artefatos informacionais e do acesso a eles. A utilização de ferramentas para auxiliar o processo editorial geram mudanças na elaboração da estrutura do livro, que passa a poder ser disponibilizado apenas no universo digital, não mais precisando passar pelo processo de impressão e distribuição física, o que possibilita uma ampliação da produção e da divulgação científica. Diante desse contexto, o objetivo da pesquisa foi investigar a perspectiva da publicação de livros em formato digital e seus processos nas editoras universitárias na América Latina. A pesquisa é de natureza descritiva e exploratória, com uma abordagem quali-quantitativa ancorada no método de cenários prospectivos de Michel Godet. A pesquisa foi desenvolvida em duas etapas: uma amostra constituída apenas das editoras universitárias brasileiras filiadas à ABEU e, em seguida, foram incluídas as editoras universitárias da América Latina filiadas à EULAC. Os instrumentos de coleta dos dados utilizados foram: a análise documental dos sites das editoras e o uso do questionário online composto de duas partes. Na fase de análise dos dados, utilizou-se a análise de conteúdo e análise das variáveis, com suporte nos princípios e ferramentas da metodologia de cenários de Michel Godet, sendo o software MICMAC para análise estrutural, o MACTOR para análise das estratégias dos atores e o MORPHOL para análise morfológica. Como resultado, afere-se que as editoras universitárias públicas brasileiras estão publicando em formato digital, mesmo que a adoção de novos formatos ainda seja lenta e que 89% das editoras universitárias da América Latina publicam em formato digital. Foram pontuadas pelas editoras algumas barreiras para a expansão do livro digital como a financeira e a falta de equipe especializada. Dos resultados gerados com o uso dos softwares dentre as dez variáveis e atores analisados oito variáveis e cinco atores foram indicados como muito influentes. A análise morfológica possibilitou descrever quatro cenários prospectivos, sendo todos eles favoráveis ao desenvolvimento do mercado editorial acadêmico. Conclui-se que, apesar do perfil moderado dessas editoras, há uma ascensão da publicação em formato digital e da disponibilização das obras em acesso aberto por parte das editoras universitárias da América Latina.

Palavras-chave: Livro Digital. Editoras Universitárias-América Latina. Cenários Prospectivos.