Você está aqui: Página Inicial / Informes / Professor Márcio Ribeiro recebe o prêmio John Vlissides Award
03/11/2010 09h58 - Atualizado em 13/01/2015 09h46

Professor Márcio Ribeiro recebe o prêmio John Vlissides Award

O Professor Márcio Ribeiro recebeu o prêmio John Vlissides Award por excelência em pesquisa de software aplicada ao apresentar sua proposta de tese de doutorado no congresso SIGPLAN da ACM.

Professor Márcio expondo suas idéias.

Jhonathan Pino – jornalista, e Laís de Oliveira- estudante de Jornalismo (original no site da UFAL)

O professor Márcio Ribeiro, do Instituto de Computação (IC), recebeu o prêmio John Vlissides Award pelo trabalho Towards Feature Modularization na cidade de Reno, nos Estados Unidos. O professor estava participando do Doctoral Symposium of the ACM SIGPLAN - International Conference on Systems, Programming Languages and Applications: Software for Humanity (SPLASH), que foi realizado entre os dias 17 e 21 de outubro.

O Simpósio de Doutorado contou com vários estudantes de alguns países como Bélgica, Estados Unidos, Portugal e Brasil. Eles apresentaram seus artigos para uma banca de professores de Universidades dos  Estados Unidos e Márcio Ribeiro, que também é aluno de doutorado da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), foi um dos sete finalistas convidados para apresentar o artigo no evento.

O prêmio John Vlissides é concedido anualmente para o doutorando que demonstrar um projeto significativo na aplicação de pesquisa em software. O vencedor recebe ainda uma placa de metal e a quantia de US$2.000. Márcio, o primeiro brasileiro a vencer o prêmio, apresentou o artigo Towards Feature Modularization, que explanou um software com o intuito de solucionar problemas no compartilhamento de módulos.

Segundo Márcio, na distribuição de tarefas para a construção de software, os desenvolvedores podem  trabalhar em módulos distintos mas que, de alguma forma,  compartilham código. A interferência entre estes  pode causar problemas e prejudicar a construção do software. “O uso de mensagens informando aos desenvolvedores dos softwares que os módulos estão sendo usados por outra pessoa, evita que as alterações realizadas em um módulo afetem o trabalho do outro. Com isso é possível prevenir erros durante a manutenção do software, aumentando a produtividade dos desenvolvedores e diminuindo os custos”, explica o pesquisador.