Você está aqui: Página Inicial / Informes / Aprendendo Sobre Nutrição na Cozinha
20/04/2012 07h47 - Atualizado em 23/09/2014 14h22

Aprendendo Sobre Nutrição na Cozinha

Alunos da disciplina de Técnica Dietética com a Profa. Manuela

Por Thaiza Lira, representando os alunos matriculados na disciplina de Técnica Dietética – 2012.1 (4º período)

No dia 16/03, os alunos da disciplina Técnica Dietética do curso de Nutrição da UFAL participaram da primeira aula prática dessa disciplina, realizada no Laboratório de Técnica Dietética da FANUT/UFAL, para analisar se o rendimento de algumas preparações estava de acordo com as porções recomendadas no Guia Alimentar da População Brasileira, publicado pelo Ministério da Saúde, em 2005. Foram feitas 14 preparações, representando todos os grupos de alimentos apontados nas diretrizes do referido guia como: Carnes (3 preparações), FLVs (3 preparações de frutas, 2 de legumes e verduras), Leite e derivados (2 preparações) e Cereais, Raízes e Tubérculos (4 preparações). Essas preparações foram selecionadas pelos próprios alunos, a partir de da aula teórica sobre o tema.

Ao final da aula, foi montado um prato de uma grande refeição (almoço) com apenas uma porção de cada preparação que representasse cada um desses grupos de alimentos. Nesse prato foi incluída uma porção de Macarrão ao molho de melancia (grupo dos Cereais) com peso de 179,5g (2 pegadores), uma porção de Abóbora (grupo dos Legumes) com peso de 94g (4 pedaços), uma porção de Feijão tropeiro (grupo dos Feijões) com peso de 154g (2 colheres de servir) e uma porção de Almôndega (grupo das Carnes) com peso de 105g (2 unidades pequenas). Separadamente, avaliaram-se as porções das preparações que os alunos elegeram como do grupo das Frutas e do Leite e derivados, que poderiam compor uma pequena refeição. Verificou-se uma porção de 41,2g da preparação Surpresa de uva (2 unidades) e Mousse de Maracujá (1 copo - 73,4g) para o grupo das Frutas, bem como uma porção de Pudim de leite de 105g (1 fatia média) e de Bolo de queijo de 47g (1 fatia) para o grupo do Leite e derivados.

Cada medida e respectivo peso foram comparados à recomendação do Guia Alimentar, constando adequação aproximada das porções do legume (Abóbora) e da carne (Almôndega), sendo que a recomendação é de 70g (15kcal) e  80g (190kcal), respectivamente. A porção do grupo dos Feijões, chegou a três vezes o recomendado (50g somente grãos, correspondendo a aproximadamente 55kcal) e do grupo dos cereais 2/3 a mais dessa recomendação (105g, correspondente a 3 e ½ colheres de sopa). Destaca-se que não houve seleção de nenhum alimento do grupo das verduras (geralmente folhosos) pelos alunos. As preparações selecionadas para o grupo das frutas não representaram a recomendação de 1 porção, conforme o Guia, uma vez que a uva oferecida na forma de doce (Surpresa de uva) consistiu em 2 unidades, sendo a recomendação 8 unidades (99,2g) e sem acréscimos de fontes de açúcares, como feito nessa preparação. Do mesmo modo, a preparação Mousse de maracujá apresentava apenas 21ml do suco do maracujá na porção, sendo que o recomendado pelo Guia Alimentar é de 94ml (1/2 xícara de chá). Com relação às preparações do grupo de Leite e Derivados, notou-se que as preparações escolhidas Bolo de queijo e Pudim de leite, apresentaram oferta de 3g de queijo parmesão (representando um derivado do leite) e 33g de leite condensado (representando um substituto do leite) na porção de cada preparação, respectivamente, sendo a recomendação para este grupo de 180 ml de leite ou 30g de queijo (média de 120kcal), estando as porções das preparações inadequadas. Ressalta-se que o leite condensado não pode ser considerado substituto do leite, devido ao seu teor elevado de açúcares e gorduras e o queijo parmesão apresenta alto teor de sódio. As outras preparações de cada grupo foram analisadas da mesma forma.

A partir disso foi constatado que, mesmo em uma grande refeição, dificilmente as pessoas conseguem atender à recomendação do Guia Alimentar do que seria considerada uma porção de cada um desses grupos, uma vez que a percepção dos alunos acerca das preparações alimentares selecionadas de cada grupo variou. Discutiu-se na aula que é necessário que sejam realizadas as 6 refeições diárias, recomendadas nesse mesmo guia, tendo em vista que, com uma menor quantidade de refeições, dificilmente as recomendações diárias para cada grupo de alimento seriam cumpridas.  Além disso, nas 6 refeições poderiam ser melhor distribuídas as porções dos alimentos e preparações que estão acima do recomendado pelo Guia Alimentar, bem como substituir os tipos de preparações, retirando as que apresentam alto teor de açúcar, sal e gordura como componentes principais das preparações.

Essa aula contribuiu para que os alunos visualizassem as porções das preparações e sua adequação às diretrizes do Guia Alimentar para a População Brasileira e refletissem para a orientação que pode ser dada à população da melhor forma de consumo dos alimentos e melhor adequação nutricional, bem como para a melhor forma de coletar informações sobre as porções dos alimentos que as pessoas habitualmente consomem.