Você está aqui: Página Inicial / Pós-Graduação / Ensino na Saúde / Disciplinas / Ementa das Disciplinas

Ementa das Disciplinas

 

Avaliação Do Ensino Na Saúde

Conceitos, finalidades e propósitos da avaliação .Modalidades da Avaliação. Evolução histórica dos conceitos e pressupostos de avaliação. Tipos de avaliação. Avaliação institucional. SINAES. Instrumentos: do quantitativo ao qualitativo. A avaliação no processo ensino- aprendizagem enfocando os diversos aspectos relacionados ao contexto educacional. A avaliação na prática do serviço de saúde. CAEM e a auto-avaliação das escolas da área da saúde.

 

Bases Interdisciplinares Do Ensino Na Saúde

Interdisciplinaridade: questões conceituais e metodológicas. Educação Interprofissional: emergência e implicações para a formação em saúde. Interdisciplinaridade e interprofisionalismo: aproximações teórico-metodológicas e impactos na docência em saúde. A perspectiva interdisciplinar e interprofissional na investigação científica e na produção de conhecimento em ciências da saúde. As novas diretrizes para os cursos da área da saúde na perspectiva da interdisciplinaridade.

 

Bases Teóricas Do Processo Ensino-aprendizagem

Concepções, determinantes e constituintes dos processos de aprendizagem, ensino e formação a partir da perspectiva psicológica. A abordagem histórico-cultural e suas contribuições para a compreensão do aprender, ensinar e formar. Aprendizagem de Adultos.

 

Círculo De Aprendizagem

Criação de uma nova forma de comunidade para líderes do século 21. Atividade de grupo para ajudar os participantes a desenvolverem conversações que vão permitir estabelecer conexões sobre suas origens, sobre o que são e para onde desejam caminhar. Desenvolvimento de técnica da Entrevista Apreciativa e Habilidades de Diálogo.

 

CURRÍCULO E ENSINO NA SAÚDE

Concepções de currículo, modalidades de estruturação curricular. O processo de planejamento curricular em escolas da área da saúde. Currículo e sociedade, Currículo e perfil do profissional a ser formado. SUS como rede de ensino. A humanização e a prática do ensino na saúde no contexto do SUS.

 

ESTÁGIO EM PRÁTICA DOCENTE NA SAÚDE

Desenvolvimento de atividade docente que objetiva o aperfeiçoamento no exercício da docência no serviço. O estágio de docência é realizado pelos profissionais docentes no âmbito da sua prática no SUS, sob a supervisão de docentes do programa. Trabalho docente em saúde: condições, dimensões políticas, educacionais e técnicas.

 

ÉTICA E BIOÉTICA

Ética e bioética. Humanização e globalização. Ética em pesquisa. Relação profissional/usuário . Relação professor/aluno. Ética e poder.

 

GESTÃO E ENSINO NA SAÚDE

A democratização dos processos gestionários nas relações internas da instituição. A relação entre a IES, SUS e os segmentos do contexto social no desenvolvimento das ações educativas. Plano de ação compartilhada na gestão pedagógica, na perspectiva da interdisciplinaridade. Planejamento estratégico em saúde: concepção e metodologia. Análise de situação. Investigação de problemas. Organização do trabalho pedagógico. Educação Permanente e planejamento do ensino na saúde.

 

METODOLOGIA DA PESQUISA EM ENSINO NA SAÚDE

A Pesquisa no Ensino Superior Brasileiro. O significado do papel de pesquisador no exercício da docência. Abordagens quantitativas e qualitativas: convergências e controvérsias. O processo investigativo: planejamento, execução e socialização. A elaboração de um Projeto de Pesquisa.

 

POLÍTICAS PÚBLICAS: SAÚDE, TRABALHO E EDUCAÇÃO

Políticas Públicas de Saúde e Educação. Estrutura e reorganização dos serviços de saúde na Brasil: a construção do SUS. Políticas Públicas de

Saúde, Trabalho e Globalização. Estado, cidadania, democracia e direitos humanos. O processo de planejamento, as políticas públicas e suas implicações nas práticas educativas efetivas em diferentes espaços e cenários sociais. Educação Permanente.

 

PRÁTICAS DE ENSINO-APRENDIZAGEM E INOVAÇÕES METODOLÓGICAS

Pressupostos pedagógicos das práticas de ensino-aprendizagem. Estratégias de Ensino: funções e importância, limites e possibilidades. Uso de portais de revistas e revisões na prática de ensino-aprendizagem. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem: casos motivadores e a aprendizagem baseada em problemas, mapas conceituais, dramatização. EAD suas possibilidades e seus limites no ensino na saúde.

 

REDAÇÃO DO TRABALHO CIENTÍFICO

Partes metodológicas do artigo original, partes metodológicas dos artigos de revisão e relato de caso, apresentação impressa, ilustração e linguagem científica, redação de tese, uso de portais de revistas e revisões na pesquisa bibliográfica.

 

SEMINÁRIOS DE PESQUISA I

Reflexão e discussão coletiva sobre os Projetos de Pesquisa em construção pelos(as) alunos(as). Acompanhamento e diretrizes para a elaboração do trabalho de conclusão de curso. Instrumentação dos determinantes técnicos para a apresentação do texto final do TCC. Aspectos técnicos de redação.

 

SEMINÁRIOS DE PESQUISA II

Reflexão e discussão coletiva sobre os Projetos de Pesquisa em construção pelos(as) alunos(as). Acompanhamento e diretrizes para a elaboração do trabalho de conclusão de curso. Instrumentação dos determinantes técnicos para a apresentação do texto final do TCC. Aspectos técnicos de redação.

 

SEMINÁRIOS DE PESQUISA III

Reflexão e discussão coletiva sobre os Projetos de Pesquisa em construção pelos(as) alunos(as). Acompanhamento e diretrizes para a elaboração do trabalho de conclusão de curso. Instrumentação dos determinantes técnicos para a apresentação do texto final do TCC. Aspectos técnicos de redação.

 

TÓPICOS AVANÇADOS

Reunião periódica de todos os alunos e professores em seminários nos quais são debatidos assuntos atuais e literatura clássica relacionada aos projetos e às linhas de pesquisa.

Topo