Você está aqui: Página Inicial / Graduação / Engenharia Química / Objetivos

Objetivos

 

Formar profissionais qualificados, com base adequada para o uso intensivo da ciência e da tecnologia nos seus futuros processos de trabalho. Mais do que isso, o curso de Engenharia Química da UFAL tem por objetivo, dentro das características inerentes deste profissional, formar engenheiros que sejam capazes de considerar os problemas em sua totalidade, com visão sistêmica de processos em geral, propondo soluções que sejam corretas dos pontos de vista técnico, econômico, social e ambiental. Neste cenário, é necessária uma abordagem pedagógica centrada no aluno, que deve passar a ser um ator ativo de todo o processo, praticando a liberdade de participação em sua formação, mas simultaneamente devendo ter a consciência de sua responsabilidade sobre sua formação, em todos os aspectos.

 

Objetivos Específicos:

A mera acumulação de conteúdos não garante a formação de um bom profissional. Assim, a presente proposta contempla alguns elementos fundamentais na formação acadêmica do Bacharel em Engenharia Química da UFAL:

 

  • Fortalecer a articulação da teoria com a prática, valorizando a pesquisa individual e coletiva, assim como as atividades de Estágios, Extensão, Monitoria, Iniciação Científica e Empresa Júnior;
  • Estimular a prática de estudo independente, visando uma progressiva autonomia profissional e intelectual do aluno;
  • Encorajar o reconhecimento de habilidades, competências e conhecimentos adquiridos fora do ambiente escolar, inclusive os que se refiram à experiência profissional;
  • Integrar o ensino de Graduação com o de Pós-graduação;
  • Incentivar uma sólida formação geral, mas permitindo variados tipos de formação e ênfases diferenciadas, garantindo profissionais aptos para a imediata inserção em setores profissionais específicos.
  • Desenvolver no futuro Engenheiro Químico o compromisso com a ética profissional, responsabilidade social, política e ambiental e um espírito empreendedor, além da compreensão da necessidade de permanente busca da atualização profissional.
  • Conscientizar o processo participativo do estudante, no qual ele desempenha um papel ativo na construção do seu próprio conhecimento e experiência e na consolidação do seu aprendizado, com orientação e participação dos professores, objetivando formar profissional capaz de propor soluções que sejam não apenas tecnicamente corretas, mas incorporando no seu pensar a visualização dos problemas em sua totalidade.