Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2010 / 08 / Momento Itália/Brasil será comemorado na Bienal 2011
23/08/2010 09h39 - Atualizado em 13/08/2014 02h06

Momento Itália/Brasil será comemorado na Bienal 2011

“Podemos considerar esse momento o início da nossa próxima Bienal que vai ter a Itália como país homenageado pela Universidade Federal de Alagoas, e convido a todos aqui presentes que se somam agora a essa colônia, a pensar mais de perto essa ala internacional que integrará a quinta edição do evento. A Bienal está consolidada como o maior evento literário do Estado”, disse a reitora Ana Dayse Dorea durante solenidade na noite da quinta-feira, 19 de agosto, no recém-inaugurado Centro Cultural Italiano Dante Alighieri, na Ponta Verde.

Reitora e o Superintendente do Centro de Convenções, William Carvalho

Diana Monteiro – jornalista

A solenidade contou com a participação do embaixador italiano Gherardo La Francesca e do cônsul italiano para o Nordeste do Brasil, Francesco Piccione, além de várias autoridades e representantes culturais dos dois países. Representando a Ufal, estiveram também presentes à solenidade o vice-reitor Eurico Lôbo e o assessor de Relações Internacionais, Niraldo de Farias. 

O Centro Dante Alighieri vai apoiar a V Bienal Internacional do Livro no denominado Momento Itália/Brasil, que terá comemoração de 2011 a 2012, e o embaixador Gherardo La Francesca veio a Maceió para tratar de assuntos nas áreas consular e cultural, objetivando a participação de Alagoas nas comemorações promovidas no Brasil em homenagem à Itália. A participação da Itália na próxima Bienal será organizada pelo Centro Cultural Dante Alighieri.

Reforçando a participação da Itália na V Bienal, Ana Dayse ressaltou a escolha de Alagoas como destino turístico e até segunda residência para muitos italianos. Ela falou com alegria da parceria firmada com o centro cultural italiano e destacou o papel da Universidade nas comemorações, através da Edufal, tendo  a frente Sheila Maluf, que integra  a diretoria da Associação Brasileira das Editoras Universitárias (ABEU).

“Agradeço e parabenizo Alagoas por esse momento, pois sabemos que existe um sentimento de amizade entre brasileiros e italianos, e essa aproximação é importante para nossas culturas. A cultura é sem dúvida o recurso mais importante de cada povo, mais do que os recursos e as riquezas naturais. Parabenizo o projeto Bienal realizado pela Universidade Federal de Alagoas, e vamos fazer o possível para corresponder de forma especial a parceria firmada”, destacou o embaixador Gherardo La Francesca. É a primeira vez que o diplomata vem à Maceió desde que assumiu o posto no Brasil.

A solenidade teve também como objetivo colher contribuições tendo em vista a reunião do Conselho Itália-Brasil de Cooperação, previsto para novembro próximo na sede da Embaixada, em Brasília. A V Bienal da Ufal vai contar com a mostra de painéis transportáveis que contam os 150 anos da Unificação italiana, a serem comemorados em 2011. Os painéis virão diretamente de Roma e aportarão nos salões da V Bienal. A exposição é a mesma apresentada em 2003, por ocasião da posse do então presidente da Itália, Carlo Azeglio Ciampi.

O Centro Cultural Dante Aligheri tem sede na Rua Hygia Vasconcelos, Ponta Verde. Foi inaugurado em maio deste ano e está sob a direção da professora italiana Paola Carducci Artenísio, que já reside em Alagoas há mais de cinco anos. No Brasil já existem comitês nas cidades de Aracaju, Recife, João Pessoa, Salvador, Curitiba, Blumenau, Olímpia, Nova Friburgo, São Paulo e Rio de Janeiro.

“A Sociedade Dante chega a esta cidade com a intenção de fazer uma ponte entre a cultura brasileira e a cultura italiana, resgatando nossa história, promovendo-a e difundindo-a junto à sociedade alagoana e brasileira”, enfatiza o diretor cultural do instituto Pietro La Rosa. Tem como objetivo, além das manifestações culturais, oferecer cursos de italiano, português para estrangeiros e informática e é a única instituição autorizada pelo governo italiano para aplicar o exame PLIDA, que avalia a excelência da língua italiana por estrangeiros.