Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2009 / 05 / Alunos de Medicina Veterinária realizam atividades de manejo em rebanho bovino
11/05/2009 09h37 - Atualizado em 13/08/2014 00h43

Alunos de Medicina Veterinária realizam atividades de manejo em rebanho bovino

Alunos de Medicina Veterinária

Thâmara Gonzaga - jornalista, com informações do professor Diogo Câmara

Alunos do curso de Medicina Veterinária, do Pólo Viçosa, tiveram a oportunidade de vivenciar na prática a interdisciplinaridade, uma das formas mais eficazes de desenvolvimento acadêmico e fixação do conhecimento teórico. As atividades estavam relacionadas às disciplinas de Doenças Infecciosas dos Animais Domésticos, Parasitologia e Doenças Parasitárias, Reprodução Animal e Zootecnia e foram realizadas no final de abril.

Durante todo o dia, foram realizadas atividades de manejo no rebanho bovino da Fazenda São Luiz ,local onde o curso está instalado, que incluíram o diagnóstico de gestação por retalização, quando foram discutidas práticas relacionadas à reprodução na espécie; colheita de amostras de sangue para realização de exame de brucelose,(zoonose que vem sendo alvo de uma grande campanha nacional do Ministério da Agricultura para seu controle e erradicação.

Também foi realizada a  identificação, pesagem e avaliação zootécnica dos animais do rebanho, relacionando os aspectos de produtividade; além de vermifugação, objetivando o controle de endo e ectoparasitas  no rebanho durante o manejo, atentando para evitar o aumento da resistência dos parasitos devido à utilização de subdosagens. Foi abordada ainda a questão da higienização dos instrumentais, visando prevenir a ocorrência de processos inflamatórios ou a disseminação de agentes infecciosos induzidos pela utilização das agulhas.

Todos os alunos presentes participaram de cada uma das etapas descritas. Para alguns, foi a primeira vez que tiveram a oportunidade  de  realizar esse tipo de atividade. Segundo as alunas Fernanda Danielle, Jana Kelly, Pâmella Monteiro, Priscila Leal e Thila Brandão, com a atividade foi possível aplicar os conhecimentos teóricos na prática. “Também colaboramos para o controle sanitário do rebanho da instituição. É importante que outras atividades similares sejam implementadas, ou mesmo desenvolvidas de forma rotineira, aumentando a experiência do corpo discente na identificação de pontos críticos a serem trabalhados quando do ingresso na vida profissional”, destacou Fernanda.

 “A participação dos alunos nas práticas de manejo junto ao rebanho da instituição faz com eles assumam responsabilidades inerentes ao exercício da profissão de Médico Veterinário. Ao mesmo tempo, contribui para o aproveitamento da estrutura da Fazenda São Luiz, de propriedade da Universidade, como um verdadeiro núcleo de desenvolvimento de atividades relacionadas ao ensino, pesquisa e extensão, tríade indissolúvel na formação de bons profissionais, desenvolvimento de novas tecnologias e implementação de melhorias junto à comunidade local. Torcemos para que a fazenda possa ser de grande auxílio para todos os cursos de Ciências Agrárias da instituição”, ressalta o professor Diogo Câmara, um dos coordenadores das atividades.