Você está aqui: Página Inicial / Informes / Projeto: Minicurso de Libras nos Campi da UFAL do Interior de Alagoas
12/03/2020 07h57

Projeto: Minicurso de Libras nos Campi da UFAL do Interior de Alagoas

APRESENTAÇÃO:

A Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) é uma língua de pertencimento cultural e linguístico que as pessoas surdas adquirem e utilizam, não só para se comunicar mas, também, através da qual se constroem como sujeitos constituindo uma identidade e cultura próprias. De acordo com a Lei 10.436, a Libras é reconhecida como meio legal de comunicação oriunda das comunidades urbanas de surdos, do Brasil. A Libras possui um sistema linguístico de natureza visual-motora, com estrutura gramatical própria, que possibilita a transmissão de ideias e fatos. Assim, a LIBRAS é uma língua, que possui todos os níveis linguísticos como as línguas orais, portanto não deve ser confundida como uma linguagem. A mesma lei, diz que o poder público em geral deve apoiar o uso e a difusão dessa língua. Nesse sentido, uma das alternativas para propagação da Libras é ofertar o ensino da mesma, por intermédio de oficinas que tem por objetivo difundir a LIBRAS e mostrar sua importância para o desenvolvimento das pessoas surdas e sua comunicação entre eles e as pessoas que ouvem. Dessa forma, justifica-se a proposta em atendimento a legislação vigente. Para tanto, serão desenvolvidas atividades práticas que favoreçam o uso da Libras em cumprimento ao decreto nº 5.626, de 22 de dezembro de 2005 que, dentre outras coisas, estabelece diretrizes sobre acessibilidade linguística e a difusão da língua de sinais no Brasil. Sendo assim, torna-se importante pensar no ensino desta língua nos mais variados espaços educacionais. O Núcleo de Estudos e Pesquisas em Interiorização da Língua de Sinais apoia o projeto de Minicurso de Libras a ser realizado pelo Campus do Sertão da UFAL em Delmiro Gouveia. Isso fortalece a língua de sinais utilizada nos interiores, através da implantação desses projetos de extensão para promover ações de formação docente e formação continuada para técnicos e alunos, através de oficina de libras para interiorização da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) no Campus A.C. Simões – Maceió, Campus Arapiraca, no agreste alagoano, e no Campus do Sertão que se estende por outras unidades de ensino como Palmeira dos Índios, Penedo, Viçosa e Santana do Ipanema.

Palavras-chave: Acessibilidade, Interiorização, Libras, Surdos.

 

JUSTIFICATIVA:

A LIBRAS ainda é pouco utilizada em algumas cidades brasileiras, principalmente nas que ficam no interior de alguns estados. Buscando entender essa realidade, o Núcleo de Estudos e Pesquisas em Interiorização da Língua de Sinais (NEPILS), que é composta por professores pesquisadores da UFAL e de outras instituições federais, investigam as políticas e planejamentos linguísticos relacionados a interiorização desta língua. Com base nisso, estamos desenvolvendo um projeto extensão na UFAL que pretende realizar Minicursos de Libras no interior de Alagoas – UFAL em algumas cidades do interior de Alagoas campus e unidades da UFAL, com parceria de 7 (sete) campi da UFAL para a realização: 

- Campus: Maceió, Arapiraca e Delmiro Gouveia.

- Unidades: Palmeira dos Índios, Penedo, Santana do Ipanema e Viçosa.

 

 

 

OBJETIVOS GERAIS:

O objetivo do minicurso de Libras é:

  • compartilhar o conhecimento sobre a língua de sinais usada por surdos no Brasil, especificamente no estado de Alagoas;
  • valorizar a cultura surda e a necessidade de acessibilidade como direito para o exercício da cidadania;
  • quebrar algumas barreiras comunicacionais relativas à aceitação da língua de sinais, pois a maioria da população, ainda, não reconhece a LIBRAS de fato como uma língua. 
  • estimular o interesse pelo aprendizado e aprofundamento no conhecimento  da Libras; 
  • informar sobre a formação de intérpretes de Libras/português/Libras;

 

Esses minicursos terão como conteúdo básico:

  • Esclarecimento sobre os mitos que surgiram em torno da língua de sinais e dos surdos;
  • A apresentação de aspectos que envolvem a cultura e identidade dos surdos usuários da língua de sinais/português; 
  • A legislação e garantia de direitos dos surdos;
  • E, ainda, a apresentação do alfabeto manual e sua função dentro da língua, números, sinal pessoal, cumprimentos, expressões faciais fundamentais para a comunicação com os surdos e, outros conteúdos, que avaliar necessários no decorrer da aplicação das oficinas.
  • Entrevistas, questionários e resumos da vida das pessoas surdas.

 

INFORMAÇÃO: 

Minicurso: Gratuito;
Vaga: 40 por cada campi;
Carga horária / certificado: 20h;
Link de Inscrição: SIGAA - UFAL;
Aulas: 4 encontros com aulas teóricas e práticas;
Público-alvo interno: Discentes, Técnicos e Professores da UFAL;
Público-alvo externo: Comunidade em geral;
Professor: Adeilson Silva Alves;

Início das aulas campi da Ufal:
Março - Delmiro Gouveia.
Abril - Santana do Ipanema, Maceió e Palmeira dos Índios.
Maio - Arapiraca, Penedo e Viçosa.

Breve divulgaremos um cronograma com dias das aulas

 

ATENÇÃO: 

A prioridade para fazer inscrição no minicurso é não saber nada LIBRAS. Minicurso específico para iniciantes que nunca fizeram nenhum curso ou disciplina de Libras.


Prof. Esp. Adeilson da Silva Alves

 Coord. do projeto

  Campus do Sertão – UFAL

   Delmiro Gouveia –AL