Buscar

Você está aqui: Página Inicial / Informes / Informes

Informes

Teste

RU do Campus do Sertão inicia suas atividades, em um teste, para bolsistas. Inauguração será dia 29 de janeiro

O RU do Campus do sertão iniciou suas atividades de atendimento a bolsistas, nesta sexta-feira, 25 de janeiro de 2019. Foram servidas, aproximadamente, 200 refeições, entre almoço e jantar.

Fruto das lutas e ações do movimento estudantil e do empenho da Gestão Central da UFAL e da Gestão Local do Campus do Sertão, o RU, hoje, é uma realidade que garantirá a permanência dos alunos e das alunas, dando-lhes a devida assistência, proporcionando-lhes refeições diárias.

Segundo Beatriz Pereira, aluna do 7º período de Engenharia civil, e primeira estudante a se servir no RU, desde que ingressou no Campus do Sertão, aguardava o início das atividades do Restaurante, destaca ainda a importância desse equipamento e a contribuição que trará para a vida dos novos estudantes que ingressão no Campus.

Terão acesso ao RU, a partir da próxima segunda-feira, 28, todo corpo discente e demais servidores (professores/as e técnicos/as). Para os não-bolsistas, o pagamento referente à refeição será feito via GRU. Para melhores informações, procurar o NAE.

A reitora da Universidade Federal de Alagoas, Profa. Maria Valéria Costa Correia, e o Diretor Geral do Campus do Sertão, Prof. Agnaldo José dos Santos, convidam para a cerimônia de inauguração do RU do Campus do Sertão, em Delmiro Gouveia, na próxima terça-feira, 29, a partir das 11h.

Gestão do Campus do Sertão finalizou o ano de 2018 comemorando avanços na infraestrutura

Mesmo em tempo de crise e cortes orçamentários para as universidades brasileiras, a Gestão do Campus do Sertão, em parceria com o Deputado Federal Paulão, conseguiu investimentos que asseguraram a compra de novos equipamentos para os laboratórios de ensino, de cursos do eixo tecnologia e educação, bem como a finalização da climatização de todas as salas do prédio de Delmiro e da Unidade Acadêmica de Santana do Ipanema. O deputado disponibilizou o valor de R$ 480.000,00 e firmou com a Direção do Campus a ajuda pelos próximos quatro anos de mandato.

 

No total, foram comprados mais de quarenta itens, como, por exemplo, o Conjunto de Magnetismo e Eletromagnetismo, o Conjunto de Acústica e Oscilações, o Gerador de Van de Graaf, a Prensa Eletro-hidráulica, o Viscosímetro Saybolt-Furol, o Aparelho de Vicat, o Esclerômetro e a Bigorna para o Esclerômetro, o Capacitor de placas paralelas, a Mini Usina de conversão fotovoltaica modular para o Laboratório de Elétrica e para o curso de Geografia o Microscópio de Polarização Trinocular e a Câmera, o Dispersor de solos, GPS portátil e Martelo Petrográfico, estes últimos ainda em processo de entrega, bem como os aparelhos de ar condicionado.

 

Segundo a Profa. Viviane Regina Costa, Coordenadora de Gestão Institucional (COGINST), a sinalização de novos auxílios financeiros já colocaram os diretores do Sertão, juntamente com sua equipe, em posição de planejamento para as futuras compras. As necessidades dos cursos de Delmiro e Santana serão levantadas e a elas aplicadas graus de prioridade para que sejam sanadas a cada disponibilização da emenda parlamentar.

 

O resultado dos investimentos, proporcionados pela parceria entre a Direção e o deputado, terá impacto significativo nas próximas avaliações dos cursos do Sertão que sempre tiveram suas menores notas na questão de infraestrutura. Da mesma forma, a estruturação dos laboratórios de ensino asseguram o pleno desenvolvimento das atividades práticas constantes nos Projetos Pedagógicos dos cursos, proporcionando aos professores e aos(às) alunos(as) qualidade no ensino e na aprendizagem.

 

Os diretores do Campus do Sertão, professores Agnaldo José dos Santos e Thiago Trindade Matias, reafirmam, assim, seu compromisso com a comunidade acadêmica e agradecem a todos os envolvidos, direta e indiretamente, nesse processo de compras. O esforço de cada um foi fundamental para o êxito final.

 

Ao mesmo tempo em que desejam um Ano 2019 de muitas conquistas e realizações, mas, acima de tudo, de resistência em defesa da universidade pública, gratuita, autônoma e de qualidade.

 

 

AUXÍLIO-MORADIA: RELAÇÃO DE ALUNOS DESLIGADOS

O NAE vem informar a relação de alunos desligados do Auxílio Moradia neste mês de Novembro/2018.

Com Aux Moradia 1Com Aux Moradia 2

COMUNICADO DE DESLIGAMENTO DE ALUNOS DA BOLSA PRÓ-GRADUANDO - BPG

O NAE vem informar relação de alunos desligados do Programa BPG. Segue em anexo.

Comunicado NAE0Comunicado NAE1Comunicado NAE2

Novembro Negro é iniciado na UFAL Sertão com evento sobre infâncias e juventudes

FOTOS: Ernando Nunes Cabral Filho @ernusc

 

 

Ocorreu, no último dia 5, na UFAL Campus do Sertão, o Seminário Infâncias e Juventudes em debate (doity.com.br/sijd), uma ação do projeto de extensão GLEI (Grupo de Leitura em Estudos da Infância), vinculado ao NUDES (Núcleo de estudos e pesquisas sobre diversidade e educação do sertão alagoano) e ao programa ProCCAExt (Programa Círculos Comunitários de Atividades Extensionistas) da UFAL. O Seminário apresentou panorama de questões relevantes envolvendo infância(s) e juventude(s), no cenário contemporâneo brasileiro, a partir de relatos de pesquisa de docente de diferentes instituições públicas, da área da educação e da psicologia. O evento, inserido dentro do Novembro Negro, mês de atividades promovidas pelo NUDES em 2018 na UFAL Campus do Sertão, teve como ponto alto o debate crítico sobre as realidades de crianças quilombolas e da juventude negra brasileira.

Dentro da programação, compuseram as mesas as/os docentes: Conceição Firmina Seixas Silva (UERJ), Suzana Libardi (UFAL Campus do Sertão), Beatriz Corsino Pérez (UFF Campos dos Goytacazes), Saulo Luders Fernandes (UFAL Unidade Educacional de Palmeira dos Índios), Amana Rocha Mattos (UERJ), Marcos Ribeiro Mesquita (UFAL Campus A. C. Simões), Ana Cristina Conceição Santos (UFAL Campus do Sertão) eGustavo Gomes (UFAL Campus do Sertão). Apesar da UFAL estar em recesso acadêmico, o campus ficou movimentado com as/os 120 participantes, sendo a maioria professoras da rede municipal de educação (que participaram a partir de parceria do GLEI com a secretaria de educação de Delmiro Gouveia). As/os participantes tiveram a oportunidade de adquirir produtos confeccionados pela AMAQUI (Associação de Mulheres Quilombolas da Serra das Viúvas), que também teve suas lideranças participando do evento.

Como ação do seminário, a coordenadora do evento, professora Suzana Libardi, anunciou que ao longo do mês o GLEI manterá no campus uma exposição fotográfica, inaugurada pelo seminário. A exposição “Cafuringar é muito bom” conta com fotos de autoria de crianças da comunidade quilombola Cafuringa, localizada no estado do Rio de Janeiro, que participam de projeto de extensão da UFF coordenado pela professora Beatriz Pérez. “Convidamos todas as pessoas que visitarem a exposição a deixar um recadinho para as crianças quilombolas que tiraram as fotos expostas. Esse caderno será entregue para elas no final de Novembro, como um agradecimento e apoio da UFAL para a luta dos jovens da comunidade”, afirmou Suzana.

 

 

NOTA DA DIREÇÃO DO CAMPUS DO SERTÃO

Por mais respeito à educação e às pessoas

 

É lamentável assistir às retaliações que a educação e as pessoas vêm sofrendo, nesses últimos meses, por parte de atitudes e ações oriundas de governos com perfis totalitários e repressores. Seja por meio de cortes orçamentários, medidas provisórias que suspendem investimentos na educação e nas pessoas, seja quanto às consequências de privatização da educação pública e de reformas trabalhista e previdenciária, seja na desvalorização das pessoas enquanto sujeitos sociais; isso, além de macular as pessoas, é um risco à permanência de um estado democrático de direito. 

As eleições presidenciais vêm mostrando o quanto essas posturas ainda são presenciadas pelo país afora, posturas e comportamentos antidemocráticos, preconceituosos, homofóbicos, misóginos, que violentam e impedem os cidadãos e as cidadãs de terem seus direitos preservados e respeitados.

Por isso, nós, enquanto educadores e educadoras, no dia de hoje, destinado ao Dia do Professor e da Professora, devemos fazer, deste momento, um espaço de luta e resistência, um espaço no qual possamos ir de encontro a toda e qualquer violência sofrida pelas pessoas no Brasil, fazer deste dia um momento no qual busquemos a conservação e a preservação da liberdade política, religiosa de classe e de gênero, uma vez que, conforme Paulo Freire, o Professor e a Professora devem ser e existir “a favor da decência contra o despudor, a favor da liberdade contra o autoritarismo, da autoridade contra a licenciosidade, da democracia contra a ditadura de direita ou de esquerda.”.  

Não concordamos nem coadunamos com ideias fascistas, com governos autoritários, cuja centralidade se encontra na figura de um ditador. Somos contrários a todo e qualquer tipo de opressão. Acreditamos na pluralidade e no respeito total às pessoas, no desenvolvimento e no crescimento da nação, dos quais toda a população possa participar e colher frutos disso. Somos a favor, cada vez mais, da democratização do ensino público e da valorização e do respeito à classe docente.

Você, enquanto Professor ou Professora da Universidade Federal de Alagoas – Campus do Sertão (Sede e Unidade Acadêmica de Santana do Ipanema), tem nosso respeito e apreço por proporcionar à vida de tantas pessoas o crescimento pessoal e profissional, por comprovar que por meio da mediação do conhecimento nós, Professores e Professoras, mudamos os sujeitos, já que a “Educação não transforma o mundo. Educação muda pessoas. Pessoas transformam o mundo.” (FREIRE), mundo no qual todos e todas tenham preservados seus direitos, seus valores e culturas.

Nesta homenagem ao nosso dia, Professor e Professora, vimos também fazer o convite de continuarmos juntos essa luta e resistência por dias de luz, e não dias sombrios, dias nos quais possamos ser nós mesmos, educadores e educadoras que, por meio do ensino, da aprendizagem, da extensão e da pesquisa, buscam fazer as pessoas mais felizes.

Parabéns, Professor e Professora! Obrigados pela dedicação, empenho e respeito para com as pessoas do Campus do Sertão.

 

Delmiro Gouveia, 15 de outubro de 2018.

 

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS – CAMPUS DO SERTÃO

 Prof. Agnaldo José dos Santos (Diretor geral)

Prof. Thiago Trindade Matias (Diretor acadêmico)

Inscrições abertas para o Curso Básico de Libras nível II no Campus do Sertão UFAL, em Delmiro Gouveia – AL

A Língua Brasileira de Sinais (Libras) é a língua da comunidade surda do Brasil, reconhecida pela Lei 10.436/2002. Para diminuir as barreiras comunicativas existentes entre os ouvintes e as pessoas surdas, torna-se importante o ensino de Libras, de forma comunicativa, para ouvintes com conteúdos básicos nível II. O curso está sendo submetido, devido à crescente demanda de alunos por mais conhecimentos, como forma de aprofundar os conhecimentos adquiridos na disciplina de Libras de 60h e como complemento da formação dos participantes do Curso de Libras no nível I. A ação objetiva melhorar o conhecimento prático sobre a Libras facilitando, com isso, a acessibilidade social do surdo.

 

São disponibilizadas 40 vagas para o curso de Libras nível II, sendo 20 vagas para aqueles alunos com comprovação de conclusão do curso de Libras I (50 horas) e 20 vagas para aqueles que concluíram disciplina Libras (60 horas). O curso será ministrado pelo Prof. Esp. Adeilson Alves (aulas somente práticas).  O horário do curso será em turno noturno destinado ao público ouvinte.

 

Informações para inscrições:

 

- Inscrições: 14 a 16 de outubro de 2018 ou até esgotarem as vagas;

- Link inscrição: SIGAA UFAL;

- Público - Alvo Interno: Discentes, Técnicos e Professores da UFAL;

- Público - Alvo Externo: Comunidade em Geral;

- Vagas: 40

 

*20 vagas para quem concluiu o curso de Libras Básico I.

(Comprovar com certificado).

 

*20 Vagas para alunos que já cursaram a Disciplina Libras em cursos de graduação. (Comprovar com cópia do histórico analítico).

 

- Enviar em anexo pelo SIGAA o histórico analítico e/ou certificado de conclusão de curso básico de libras nível I

 

Observações:

 - Curso: GRATUITO;

- Início das aulas: 17 de outubro de 2018;

- Horário das aulas: 18h - 22h;

- Dias da semana: quarta-feira e quinta-feira;

- Carga horária: 50 horas;

- Período: 17/10/2018 a 06/12/2018;

- Local: Campus do Sertão / UFAL (Delmiro Gouveia – AL).

 

 

Profº. Esp. Adeilson da Silva Alves.

Coord. do curso básico de Libras nível – II

II TORNEIO DE XADREZ – CEXACAS

Centro Educacional de Xadrez do Campus do Sertão realizou na última quarta feira – 26/09/2018, o II TORNEIO DE XADREZ – CEXACAS reunindo toda a comunidade acadêmica, com 26 inscrições de todos os cursos do Campus.

A competição reuniu em sua maioria o corpo discente e revelou um nível de perfeito equilíbrio identificado pelo Prof. Fernando Pinto, coordenador do programa, como resultado das aulas semanais oferecidas a comunidade acadêmica e a prática regular do jogo de xadrez se afirmando cada vez mais como uma cultura dentro do Campus.

O projeto teve sua origem pelo apoio da Pró-Reitoria de Extensão – PROEX, através do edital PROCCAEXT 2018. O torneio relâmpago foi realizado no sistema suíço, o que permite o término do torneio em apenas um dia. O resultado teve como vencedores os alunos Demerson Barros e Fabrício Miranda dos cursos de Engenharia Civil e da Produção, com 4,5 pontos cada um em 6 rodadas disputadas, três alunos e um professor ficaram em segundo lugar com 4,0 pontos. O torneio teve a única brilhante participação feminina da aluna Thainá Porfírio do curso de Letras, em anexo o resultado final.

O próximo torneio do CEXACAS, no início do próximo  semestre letivo, será aberto ao público com participação de vários municípios do semiárido alagoano e da cidade de Paulo Afonso-BA, afirma o professor Fernando Pinto.

1ª Participação do Campus do Sertão no Jogos de Integração da UFAL - JIUFAL

O Campus do Sertão parabeniza os atletas vencedores dos Jogos de Integração da (JIUFAL), realizado em Maceió, nos dias 15,16, 22 e 23 de setembro:

1º lugar no jiu-jitsu (categoria), 2º lugar jiu-jitsu (absoluto) - Guilherme Teles

2º lugar no judô (categoria)- Demerson Barros

4º lugar no xadrez- Fabrício Miranda

3º lugar no atletismo - Alisson Inácio

2º lugar no handebol feminino- Vivian Stefanny, Bárbara Simionatto, Joana Fortes, Claudielly Vilar, Dayane Hellen, Débora Justino, Jamilly Torres e Jaíne Marcela.

O evento contou, também, com a participação do vôlei e handebol masculino. O futsal masculino acontecerá nos dias 13 e 14 de outubro.

 

Workshop de Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS

Resumo:

 

A Língua Brasileira de Sinais (Libras) é a língua da comunidade surda do Brasil, reconhecida pela Lei 10.436/2002. Esse Workshop de Libras ministrado de forma comunicativa e prática para pessoas ouvintes, e, para surdos com conteúdo básicos e intermediários será importante para formação dos cursistas.

 

Os surdos no Brasil usam a Libras uma língua visual-espacial que apresenta todas as características das outras línguas faladas pelo mundo. Divulgar a Libras é muito importante para conseguir difundir a cultura do povo surdo. Esse Workshop tem o objetivo de apresentar os primeiros passos para conhecer os Surdos e sua língua. Estimular nos participantes o desejo de se aprofundarem no estudo da Libras e, assim, promover a inclusão social, através, do multiculturalismo que tanto almejamos.

 

 

Informações:

 

- Curso: Gratuito;

- Público alvo: Estudantes, Técnicos, Docentes da Ufal e Comunidade Geral;

- Carga horária/certificado: 04h;

- Local: UFAL (Campus do Sertão), em Delmiro Gouveia – AL;

- Data: 28 de setembro de 2018;

- Horário: 13:00 as 17:00.

- Número de Vagas:

Iniciação a Libras - 30 vagas ( nunca fez curso de libras)

Básico de Libras - 30 vagas (nunca fez curso de libras)

Classificadores em Libras - 30 vagas (Já fez curso de libras)

Expressões faciais em Libras - 30 vagas (já fez curso de libras)

Conversação em Libras - 30 vagas (Já fez curso de libras)

 

Obs.: Escolha um Workshop

 

Inscrições:

- Inscrição no SIGAA (de 25 a 27 de setembro de 2018 ou até acabarem as vagas);

- Site: http://sigaa.sig.ufal.br/sigaa/public/extensao/loginCursosEventosExtensao.jsf



Prof. Esp. Adeilson da Silva Alves

Coordenador do Workshop

1º ENCONTRO COMEMORATIVO AO DIA DO SURDO

Resumo:

 

A Lei nº 11.796 de 2008, institui o Dia Nacional dos Surdos, através, do Art. 1º que diz “Fica instituído o dia 26 de setembro de cada ano como o Dia Nacional dos Surdos.” É uma data nacional, celebrada e comemorada por ser, também, a data da fundação do Instituto Nacional de Educação de Surdo (INES) a primeira escola pública para surdos do Brasil.

 

O dia 26 de setembro é um dia especial para os surdos que comemoram essa data realizando atividades com objetivo de conscientizar a sociedade sobre os seus direitos como minoria linguística, reivindicando o respeito por sua língua, identidade e cultura surda.

 

Não nos entendemos como “deficientes”. Somos pessoas SURDAS, SIM. SOMOS CAPAZES. A Língua Brasileira de Sinais (Libras) é a língua da comunidade surda do Brasil reconhecida pela Lei Federal nº 10.436/2002 e regulamentada pelo Decreto nº 5.626/2005. Lembrando que Libras não é uma linguagem! É uma língua!

 

A Universidade Federal de Alagoas (UFAL) - Campus do Sertão/Delmiro Gouveia - irá comemorar essa data realizando um evento intitulado: "1º Encontro Comemorativo ao dia do Surdo"

 

Palestras:

27 de setembro, das 18:00 às 22:00h

28 de setembro, das 08:00 às 12:00h

 

 

INFORMAÇÕES

- Evento: Gratuito;

- Público alvo: discentes, técnicos, professores da UFAL e comunidade em geral;

- Carga horária/certificado: 08h

- Local: Auditório Graciliano Ramos na UFAL (Campus do Sertão), em Delmiro Gouveia - AL.

- Número de Vagas: 350

 

INSCRIÇÕES:

- Inscrição no SIGAA (de 20 a 26 de setembro de 2018 ou até acabarem as vagas);

Site: http://sigaa.sig.ufal.br/sigaa/public/extensao/loginCursosEventosExtensao.jsf

 

 

Prof. Esp. Adeilson da Silva Alves

Coordenador do evento

3º JIS (Jogos Internos do Sertão) - Etapa Futsal

A etapa final dos Jogos Internos do Sertão (JIS) aconteceu neste sábado, dia 11/08/18, no Ginásio Poliesportivo, localizado no bairro Eldorado.

Esta etapa contou a participação de 6 equipes, resultando como campeã e vice-campeã as equipes do curso de Geografia.

Parabéns a todos que participaram deste evento esportivo promovido pelo Campus do Sertão.

Ufal sedia Jogos Internos do Sertão em Delmiro Gouveia

Evento contempla várias modalidades esportivas com participação de alunos
context/imageCaption

Jogos iniciaram na última segunda-feira (2)

Ao tempo em que a Ufal representa Alagoas na etapa regional dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) na cidade de Teresina - PI, o Campus do Sertão sedia a 3ª edição dos Jogos Internos do Sertão. O evento acontece até o próximo sábado (7), em Delmiro Gouveia

A iniciativa e a organização partiram dos servidores Aloísio Norberto e Rogério, contando com o auxílio da Pró-reitoria Estudantil (Proest), que designou o técnico esportivo Erivelton Santos para contribuir na realização do evento. Com o objetivo de fomentar a prática esportiva no campus e proporcionar aos alunos momentos de lazer, socialização e qualidade de vida, os jogos são abertos para todos os alunos de diferentes cursos.

De acordo com os organizadores, no primeiro dia, nesta segunda-feira (2) foram realizados jogos de tênis de mesa, modalidade bastante desenvolvida na região e que já representou a Ufal nos JUBs. Os jogos seguem com as demais modalidades esportivas: xadrez e dominó; vôlei de areia 3x3; handebol; vôlei de quadra 4x4, e para finalizar, o futsal.

Curso de LIBRAS Básico nível – I no Campus do Sertão UFAL em Delmiro Gouveia – AL

Coord. do projeto: Prof. Esp. Adeilson da Silva Alves. Projeto de extensão: Curso de Libras nível – I Estão abertas as inscrições para o curso de LIBRAS Nível I pelo SIGAA.

Apresentação:

A Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) é a língua da comunidade surda do Brasil, reconhecida pela Lei 10.436/2002. Para diminuir as barreiras comunicativas existentes entre os ouvintes e as pessoas surdas, torna-se importante o ensino de Libras de forma comunicativa para ouvintes com conteúdos básicos de forma introdutória para facilitar a acessibilidade social do surdo.

 

Objetivos:

Conhecer a Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS, na comunicação com pessoa surda. Conduzir o aluno a produzir e compreender a Libras em nível básico.

 

Informações:

São disponibilizadas 35 vagas para o curso de Libras nível I. O curso será ministrado pelos professores: prof. Esp. Adeilson Alves e prof. Me. Cristiano Vilela. Haverá aulas práticas e teóricas. O horário do curso será em turno vespertino para público ouvinte.

As aulas terão início no dia 05 de julho de 2018 e acontecerão às quintas-feiras, um dia por semana, em regime presencial. O Horário das aulas será das 14 às 18 horas e a duração será entre 05/07/2018 a 27/09/2018. A Carga horária é de 50 horas e as aulas ocorrerão na UFAL no Campus do Sertão em Delmiro Gouveia – AL.

Em breve haverá curso de LIBRAS nível II no horário noturno.

 

 

As aulas serão teóricas e práticas, veja abaixo:

Conteúdo Teórico:

 Apresentação (Regras do Curso);

O que é libras?

O surdo, o mudo, o deficiente auditivo e o surdo-cego;

A cultura surda e identidades surdas;

História dos surdos;

Legislação.

 

Conteúdo Pratico:

Alfabeto Manual (Datilologia);

Números;

Nome / batismo do sinal pessoal;

Expressão Facial (sentimento e emoção);

Cumprimento;

Sinais Animais;

Advérbio de tempo;

Saudações;

Dias da semana e Meses do Ano;

Vocabulário Relacionado (Dia em todos);

Contexto: Formal e Informal;

Sinais materiais escolares;

Numerais: cardinais, quantidades, ordinais, horas e valores;

Pronomes possessivos;

Pronomes pessoais;

Pronomes demonstrativos e Advérbios de lugar;

Verbos com negação em LIBRAS.

 

Inscrições:

  • Inscrições: 02 de julho a 04 de julho de 2018, ou até acabarem as vagas;
  • Link: https://sigaa.sig.ufal.br/sigaa/public/extensao/loginCursosEventosExtensao.jsf
  • Público-alvo interno: Discentes, Técnicos e Professores da UFAL.
  • Público-alvo externo: Comunidade em geral.
  • CURSO GRATUITO.

PLANEJAMENTO PARA O QUADRIÊNIO 2018-2021 Equipe de Gestão

O Campus do Sertão iniciou suas atividades em março de 2010, dentro do Programa de Expansão e de Reestruturação desta Universidade e foi sediado inicialmente na Escola Estadual Watson Clementino de Gusmão Silva. Em novembro de 2011, o Campus passou a ser sediado no local atual, situado na Rodovia AL 145, Km 3, Nº 3848. No ato de sua fundação, o Campus do Sertão contava com seis cursos de graduação na Sede em Delmiro Gouveia (Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Geografia, História, Letras e Pedagogia) e dois cursos na Unidade de Ensino de Santana do Ipanema (Ciências Contábeis e Ciências Econômicas).
Em abril de 2010, o Campus construiu coletivamente seu primeiro Planejamento de Desenvolvimento do Campus (PDC-2010), sob orientações da equipe de gestão da universidade, direcionando metas e estratégias de suas ações nos seus cinco primeiros anos de implantação, de maneira a buscar respostas para a expectativa da população sertaneja em ter suas condições de vida beneficiadas com a chegada da universidade pública na região. O PDC-2010 está sendo acompanhado no final deste documento com as respectivas considerações das metas, realizadas ou não.
A partir de 2013, o Campus passou a fazer planejamentos e relatórios de atividades para cada ano de exercício. Em dezembro de 2014, a equipe de gestão do Campus realizou o Encontro de Planejamento de Ações para 2015, através de um evento realizado no auditório do Hotel Águas do Velho Chico, em Canindé do São Francisco. Os gestores do Campus do Sertão se reuniram e construíram o Planejamento Tático/Operacional do Campus do Sertão resgatando as metas previstas para 2015.
Em 2016 e 2017 O Campus do Sertão enviou a Sinfra/UFAL planejamentos operacionais
de forma complementar aos relatórios dos respectivos exercícios anteriores de 2015 e 2016.
Em dezembro de 2017, foi realizado no mesmo local, o 2° Encontro de Planejamento de Ações do Campus do Sertão, onde de forma coletiva, por todos os setores administrativos e de gestão do Campus, foram elaborados os planejamentos setoriais para os próximos três anos de gestão. Este documento será avaliado pela equipe durante o exercício de 2018 e estão previstas outras ações de planejamento tático para os próximos anos. 

Neste documento, o Grupo de Gestão da Universidade Federal de Alagoas do Campus do Sertão apresenta seu planejamento estratégico e plano de ações para o ano de 2018-21, tencionando promover o acompanhamento das metas traçadas e visando à qualidade na prestação das atividades de ensino, pesquisa e extensão e, consequentemente, melhor prestação do serviço público. Neste Planejamento Tático 2018-21, estamos traçando metas para serem cumpridas pela gestão do Campus até o final do quadriênio em 31 de março e 2021. Estamos apresentando as metas de curto prazo, planejadas para o ano de 2018, e de médio prazo para 2019-21. A missão e objetivos estratégicos são os mesmos adotados pela Universidade. As metas e as realizações durante os exercícios de 2018 a 2021 são especificadas obedecendo às prioridades planejadas pela gestão do Campus do Sertão.

 

ABAIXO SEGUE  O ARQUIVO DO PLANEJAMENTO DA GESTÃO 2018-21

 

Participação da Professora Ma. Josicleide de Amorim no III Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Ciências - CONAPESC

Apresentação de pesquisa

Josicleide de Amorim

Entre os dias 20 a 22 junho, no Centro de Convenções Raimundo Asfora, na cidade de Campina Grande - PB,  a Professora Ma. Josicleide de Amorim (POLO SANTANA) apresentou a pesquisa intitulada: Tecnologias Digitais no Ensino de Ciências Contábeis.

Inscrições para Monitoria

As inscrições para Monitoria no Campus do Sertão terão início no período de 18 a 22 de junho na Secretaria de Cursos. Para inscrever-se, o(a) aluno(a) precisa preencher Formulário de inscrição, anexar Comprovante de matrícula e Histórico Escolar Analítico Autenticado, conforme Normas Complementares ao Edital nº  19/2018 – PROGRAD/Coordenação de Monitoria.

         Há vagas para monitores(as) com bolsa e sem bolsa, conforme indicação de vagas das disciplinas disponibilizadas pelas coordenações/professores(as) dos cursos de Engenharia Civil (6), Engenharia de Produção (6), Geografia (4), História (4), Letras (5) e Pedagogia (5).

         As provas serão aplicadas no período de 25 a 28 de junho. A novidade este ano é que a prova escrita será realizada, para todos(as) os(as) candidatos(as), no dia 25, segunda-feira, às 8h00, no miniauditório. Os pontos da prova escrita já estão disponíveis no quadro de vagas e estão publicados no mural da Secretaria de Cursos. As demais etapas do certame serão realizadas por banca de professores dos cursos às quais as vagas estão relacionadas.

 

Os Objetivos da monitoria são:

 

a) Permitir ao(à) aluno(a) monitor a participação no conjunto de atividades didático-pedagógicas do Plano de Monitoria em disciplinas dos Cursos da Unidade Sede (Campus do Sertão – UFAL), contribuindo para o futuro exercício do magistério e profissional do monitor.

 

b) Oferecer ao(à) aluno(a) monitor(a) uma complementação em sua formação acadêmica que permita uma melhor qualificação profissional.

 

Seguem anexos Edital e Quadro de Vagas:

 

A Direção do Campus do Sertão e a Coordenação Estudantil lançam Projeto de assistência psicológica para discentes

Na última quinta-feira, dia 17/05/2018, tanto na Sede quanto na Unidade de Santana do Ipanema, foi lançado o Projeto de assistência psicológica para os alunos e as alunas do Campus do Sertão, intitulado Psicologia escutando o sertão.

A partir de uma parceria entre os Campi de Delmiro Gouveia e de Arapiraca, especificamente, com a Unidade de Palmeira dos Índios, este projeto, vinculado ao Programa Saúde no Campus, busca auxiliar a comunidade discente no que tange à saúde mental.

No lançamento, marcado por palestra e mesa-redonda, sobre o tema “Vida universitária e saúde mental”, houve a participação do Prof. Gerson Alves, Supervisor da Clínica Escola - UFAL/Palmeira dos Índios, da psicóloga Juliana Kelma e da Profa. Suzana Libardi, docente do curso de Pedagogia – UFAL/Sertão. Houve a presença de um número bastante significativo de discentes, além dos diretores do Campus do Sertão, Prof. Agnaldo José dos Santos e do Prof. Thiago Trindade, do Coordenador Estudantil, o servidor técnico Aluisio Norberto, como também dos Coordenadores de gestão da Unidade de Santana do Ipanema, Prof. Esdras Carvalho e Prof. Alex dos Santos, como também de docentes e servidores técnicos.

Na ocasião, marcou presença Normanda da Silva Santiago, Secretária de Saúde de Santana do Ipanema.

O Diretor acadêmico, Prof. Thiago Trindade, destaca que este projeto é oriundo de demandas dos Centros acadêmicos, apresentadas em reuniões com os diretores. Salienta ainda que este projeto de assistência psicológica trará muitos benefícios ao corpo discente, contribuindo para sua permanência e melhor desempenho na universidade.

Projeto de assistência psicológica

Projeto de assistência psicológicaProjeto de assistência psicológica

Projeto de assistência psicológica

Projeto de assistência psicológica

SEMENGE - V Semana da Engenharia

A SEMENGE (Semana das Engenharias), está na sua 5ª edição, e acontecerá de 17 a 19 de julho, e possui como tema “Repensando a Engenharia: eficiência, economia e sustentabilidade”. É considerado o maior evento de Engenharia do Sertão, sendo promovido por alunos e professores do Eixo da Tecnologia da Universidade Federal de Alagoas do Campus do Sertão, em Delmiro Gouveia – AL. Dispõe de palestras, mesas-redondas, minicursos, visitas técnicas e apresentações de trabalhos científicos de diversas áreas da Engenharia, possibilitando a troca de conhecimento acadêmico, e integração entre os saberes empresariais, além do mercado de trabalho e o ambiente técnico. Vale ressaltar que os trabalhos científicos recebem premiação para os destaques (certificado para os melhores trabalhos da temática e premiação com certificado mais troféu para os melhores trabalhos do ranking geral), de forma a disseminar e divulgar as produções cientificas dos participantes.

 

Os palestrantes confirmados para o evento são: Julianna Antunes (Mestranda em Engenharia de Produção pela COPPE/UFRJ, vencedora do Smart Living Challenge, programa veiculado ao governo da Suécia voltado para a sustentabilidade, e do prêmio mundial Go & Trade, do programa de empreendedorismo sustentável da Shell), Celso Sakuraba (Mestre em Engenharia de Produção – USP e Doutor em Ciência da Informação pela Universidade de Nagoya – Japão), Allan Henrique (Engenheiro de Produção e Coordenador Corporativo do Sistema de Gestão Integrada e Responsabilidade Social nas unidades de MG e AL da Usina Coruripe Açúcar e Álcool), Arlan Fraga (Engenheiro Elétrico pela UPE  e atualmente é professor do IFBA e engenheiro eletricista da CHESF), Felipe Guilherme (Mestre e doutorando em Engenharia Industrial pela UFBA) e Marcio Andre (Mestre em Engenharia Civil pela UFAL e Doutor em Engenharia Civil pela Universidade de Virgínia).

Mais informações CLICANDO AQUI !

 

Atividades

 

Projeto CEXACAS - Centro Educacional de Xadrez do Campus do Sertão

Encontram-se abertas as inscrições para participação no Projeto CEXACAS (Centro Educacional de Xadrez do Campus do Sertão).

As aulas de Nível 1 visão desenvolver o movimento das peças, objetivo e estratégias iniciais de tomada do rei - xeque mate pastor e aberturas dos quatro cavalos, jogadas especiais ("en passant"), roque, empate por movimentos repetidos ou isolamento do rei - "Zug"), promoção de peças na oitava casa, valor numérico das peças, limite de jogadas para terminar a partida quando o rei está só.

As inscrições são gratuitas e estarão disponíveis no período de 07 a 30/05/18. O aluno interessado deverá preencher o formulário de inscrição e enviar a solicitação para o e-mail: cexacasufal@hotmail.com.

Serão disponibilizados certificados para os concluintes - Nível 4.

Exposição teórica e temática "MAQUETES DE BACIAS HIDROGRÁFICAS DO BRASIL"

Durante o período de 08 a 11/05/18, na sede do Campus do Sertão, será realizada a exposição teórica e temática "Maquetes de Bacias Hidrográficas do Brasil". A exposição é resultado da avaliação os alunos do 4º e 5º período do curso de Geografia, da disciplina Hidrografia, sob a orientação do professor Dr. Fernando Pinto Coelho.
Os estudos sobre as bacias hidrográficas do Brasil envolvem avaliações técnicas hidrológicas, relevo, hidrografia, aspectos ambientais, econômicos, sociológicos, históricos e culturais. A exposição tem como público alvo estudantes, pesquisadores, professores e técnicos de recursos hídricos; associados a diversas áreas de estudo dos cursos de Geografia, Engenharias, Biologia, História, Sociologia, Letras e Pedagogia.
A exposição das maquetes acontecerá durante os três turnos, nos seguintes horários: das 10:00 às 12:00; das 15:00 às 18:00; e das 19:00 às 21:00.

COMEMORAÇÃO DOS 16 ANOS DE LIBRAS - 1º Seminário em Comemoração ao Dia Nacional da Libras no Sertão de Alagoas.

Comemoração dos 16 anos do reconhecimento da LIBRAS através da Lei 10.436/2002 e da Lei 13.055/2014 em que ficou instituído o dia 24 de abril como Dia Nacional da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS.

Comemoração dos 16 anos do reconhecimento da LIBRAS

Cerca de 300 pessoas participaram do evento no dia 24 de abril de 2018. Foi um seminário de troca de experiências relacionadas à temática. Um momento memorável em ver muitos participantes prestigiando o Evento, não somente da Cidade de Delmiro, como também Maceió, Santana do Ipanema, Arapiraca, Piranhas, entre outras. O seminário contou ainda com a participação de 06 palestrantes voltados para a área de Libras, com abertura às 8h e encerramento às 17h.

 

O reconhecimento da Lei foi um marco importante para a comunidade surda, pois deu a ela o direito de usar a Libras. Se não fosse pela força da Lei de Libras, o desenvolvimento do surdo na educação pública e privada, bem como a inserção no mercado de trabalho e acesso à saúde, enfrentariam barreiras ainda maiores no que se refere à comunicação, afirma o coordenador do evento, Adeilson Alves. Parabéns pelos 16 anos da Lei de Libras!

 

Realização:

Universidade Federal de Alagoas - Campus Delmiro Gouveia.

 

Agradecimentos:

À UFAL - Campus A.C. Simões -Maceió / AL,
aos intérpretes, aos professores, aos palestrantes, aos surdos e toda comunidade em geral.

 

Apoio:

Prefeitura de Delmiro Gouveia, AAPPE, Sococo, Jr serigráfica, CIL Maceió, CIL Delmiro.

 

Coordenador do evento: Prof. Esp. Adeilson da Silva Alves.

ABRIL INDÍGENA - Etnologia, identidade, terra, saúde e direitos

8ª edição do projeto Abril Indígena - Tema: Etnologia, Identidade, Terra, Saúde e Direitos

O Campus do Sertão sediará, entre os dias 23 e 25 de abril, a 8ª edição do projeto Abril Indígena - Etnologia, identidade, terra, saúde e direitos; onde serão abordados aspectos da saúde e do âmbito social dos indígenas, por meio de palestras, mesas-redondas, fóruns temáticos, mostra de filmes e uma atividade de extensão no terreiro Kalankó, em Água Branca.

O evento é uma realização do Instituto de Ciências Sociais da Ufal (ICS/Ufal) e do Museu Théo Brandão (MTB), em parceria com a Cáritas Diocesana de Palmeira dos Índios e o Conselho Distrital de Saúde Indígena (Condisi) Alagoas/Sergipe.

II Seminário de Estudos Avançados do GEPAR

O evento ocorrerá no dia 25 de abril de 2018, no horário das 13h30 às 22h.
O Grupo de Estudos e Pesquisas em Análise Regional - GEPAR realizará seu II Seminário de Estudos Avançados.
Serão quatro palestras com temáticas diretamente relacionadas aos seus grupos de estudo:
  • Educação do/no campo como estratégia para a convivência com o semiárido (Cristianlex Soares dos Santos) - 13h30 às 15h30;
  • Implicações da BNCC na formação docente (Palestrante Ana Rosa dos Santos) - 15h30 às 17h30 ;
  • Turismo Cultural - (Palestrante Ana Rísia Soares Camelo) -18h às 20h;
  • A importância do pensamento de Marx para a Geografia do Trabalho (Palestrante Ronilson Barboza de Sousa) - 20h às 22h.

 O evento é gratuito e será emitido certificado de participação pela PROEX.

 Link para inscrições do II SEAGEPAR: http://sigaa.sig.ufal.br/…/e…/loginCursosEventosExtensao.jsf

Link para obter textos que serão discutidos: http://www.campusdosertao.ufal.br/grupopesquisa/gepar/2.html

 

ESTUDOS DA CAATINGA - O bioma Caatinga: Desafios e perspectivas para a região semiárida e o sertão alagoano

Tema - O bioma Caatinga: Desafios e perspectivas para a região semiárida e o sertão alagoano.

No dia 26 de abril (quinta-feira), acontecerá na sede Campus do Sertão o evento Estudos da Caatinga, que contará com a participação de pesquisadores referência em suas temáticas, de instituições de ensino superior do Nordeste e de órgãos federais de pesquisa científica.

O tema do evento - O bioma Caatinga: Desafios e perspectivas para a região semiárida e o sertão alagoano – foi pensado a partir das transformações sócio espaciais ocorridas nos últimos anos no sertão alagoano, bem como no caráter interdisciplinar e na indissociabilidade dos principais temas norteadores: geografia física, humana e ensino de geografia.

O objetivo do evento é reunir pesquisadores e estudantes com a finalidade de divulgar e discutir resultados de estudos científicos, teorias e metodologias da área de conhecimento da Geografia e áreas afins como história, sociologia, cartografia geográfica e meio ambiente.

A partir da interação com profissionais de excelência em suas áreas de atuação, o avento visa discutir o contexto do bioma caatinga no cenário de conservação ambiental, recursos naturais e desenvolvimento econômico, abordando a questão energética e as características de regionalidade na relação entre os diversos agentes e interlocutores de transformação desse espaço. Indo além das fronteiras da região, propiciar a todos os participantes um contato com o estado da arte das investigações nas diversas áreas que compõem a Geografia.

Será um momento de diálogo, intercâmbio e parcerias entre pesquisadores, profissionais e estudantes.

 

I Seminário de Linguística e Literatura do Sertão

O I Seminário de Linguística e Literatura do Sertão tem como objetivo abordar todas as temáticas referentes ao curso de Letras- Língua Portuguesa, pensando na área da Linguística, da Literatura e nas suas ramificações. 

Ademais, o olhar do seminário vai além, buscando proporcionar axs alunxs experiências e vivências na sua área de pesquisa, justamente com seu/sua orientador/ora.

O evento acontecerá nos dias 11 e 12 de Abril de 2018, na Universidade Federal de Alagoas- Campus do Sertão/ Delmiro Gouveia- SEDE, e conta com a organização do Centro Acadêmico do Curso de Letras- CALET Lêdo Ivo e da Coordenação do curso.

Informações: caletledoivo@gmail.com ou Facebook.

1º Seminário em Comemoração ao Dia Nacional da Libras no Sertão de Alagoas

Seminário em comemoração dos 16 anos do reconhecimento da LIBRAS através da Lei 10.436/2002.
Libras, nome da Língua Brasileira de Sinais, é a língua da comunidade surda do Brasil. Com a lei 13.055/2014 ficou instituído o dia 24 de abril como Dia Nacional da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS. 
O campus do Sertão da UFAL deseja comemorar essa data por meio da realização do seminário intitulado: 1º Seminário em Comemoração ao Dia Nacional da Libras no Sertão de Alagoas, que ocorrerá no dia 24/04/2018, no Campus do Sertão da UFAL, em Delmiro Gouveia. 
A abertura será às 08h, com atividades até 17h. Esse evento visa a contribuir para a formação dos surdos do sertão e dos alunos da UFAL, proporcionando reflexões sobre a Libras e sua legislação, especialmente, a Lei 10.436/2002 e o decreto 5.626/2005.
O Seminário tem como objetivos: 
- discutir sobre a lei de Libras que completa 16 anos; 
- analisar os avanços e as dificuldades para cumprir a legislação com base no Decreto de regulamentação;
- refletir sobre a importância da Libras como língua da comunidade surda brasileira e a sua importância na educação acadêmica dos surdos no Brasil.
 
Informações e inscrições:
- Evento: Gratuito
- Público - alvo: Professores, técnicos e alunos da UFAL e comunidade em geral.
-Inscrição no SIGAA (10  de Abril a  20 de Abril de 2018 ou até acabarem as vagas) Site: http://sigaa.sig.ufal.br/sigaa/public/extensao/loginCursosEventosExtensao.jsf
- Carga horária e certificado: 08h
- Local: Auditório do Graciliano Ramos na UFAL (Campus do Sertão) em Delmiro Gouveia.
- Número de Vagas: 350
Coordenador do evento: Prof. Esp. Adeilson da Silva Alves.

UFAL campus do Sertão em Delmiro Gouveia abre inscrição para 30 novas vagas em cursos de LIBRAS gratuito

O projeto de extensão tem por título "Curso de LIBRAS para a Comunidade" e será coordenado pelo Prof. Esp. Adeilson da Silva Alves.

A Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) é a língua da comunidade surda do Brasil, oficializada pela Lei 10.436/2002. Para diminuir as barreiras comunicativas existentes entre os ouvintes e as pessoas surdas torna-se importante o ensino de Libras de forma comunicativa para ouvintes com conteúdos básicos de forma introdutória para facilitar a acessibilidade social do surdo.

Objetivos Gerais do Curso:

Conhecer a Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS, na comunicação com pessoa surda. Conduzir o aluno a produzir e compreender a Libras em nível básico. de LIBRAS para comunidade

Informações:

São ministrantes dois professores, o prof. Esp. Adeilson Alves e prof. Me. Cristiano Vilela. As aulas serão teóricas e práticas, o horário do curso será noturno, o local será na Ufal no campus do sertão em Delmiro Gouveia – AL. Breve haverá curso de LIBRAS no horário vespertino.

Curso de libras como 30 vagas – 15 vagas professores, técnicos e alunos da UFAL e 15 vagas para a comunidade em geral.


-Inscrição no SIGAA (12 de Março a 16 de Março de 2018 ou até acabarem as vagas)
site:http://sigaa.sig.ufal.br/sigaa/public/extensao/loginCursosEventosExtensao.jsf
-Início da aula: 21 de março
-Horário das aulas: 18h - 22h
-Dia da semana: quarta feira.
-Carga horária certificado: 50h
-Local: UFAL campus do Sertão em Delmiro Gouveia.
-Curso: gratuito

´´ Libras é a língua da comunidade surda do Brasil, oficializada pela Lei 10.436/2002.´´

Gestão do Campus do Sertão disponibiliza Relatório de Gestão do Exercício de 2017

Cumprindo com seu compromisso de manter informada a comunidade acadêmica e atendendo ao determinado pela Lei Complementar nº 131/2009 no que se refere à transparência da execução orçamentária e financeira dos entes da União, dos Estados e Municípios, a Gestão do Campus do Sertão informa que está disponível o Relatório de Gestão do Exercício de 2017 e o Planejamento de 2018.

O documento e seus anexos podem ser encontrados na aba Institucional do portal do Campus do Sertão, selecionando-se a opção Transparência do Campus, pasta Relatório de Atividades. Além do relatório do exercício anterior, encontram-se disponíveis os dos exercícios de 2014, 2015 e 2016.

A URL para acesso direto à pasta é a seguinte: http://www.ufal.edu.br/sertao/institucional/transparencia-campus-sertao/relatorios-de-gestao/relatorio-de-atividades-de-2017-e-planejamento-para-2018

Primeiro professor surdo do Campus do Sertão da Universidade Federal de Alagoas entra em exercício em Delmiro Gouveia

O professor Adeilson da Silva Alves, natural de Maceió-AL, se apresentou na Universidade Federal de Alagoas/Campus do Sertão na última quinta-feira, 01/02/2018, para assumir suas atividades como professor do magistério superior na área de Libras, tornando-se o primeiro professor surdo do Campus.


Em 2008, Adeilson iniciou os estudos no Curso de Licenciatura Letras/Libras no Pólo IFRN pela UFSC. Quando se formou em 2012, fez especialização em Libras em Natal-RN. Seu desejo é continuar os estudos na UFAL, onde pretende cursar mestrado, uma vez que a instituição já oferta mestrado em linguística, em Maceió, com alguns alunos surdos e possui o profissional intérprete de libras.


Com relação às perspectivas no Campus do Sertão, pretende contribuir com um projeto de extensão, onde a comunidade ouvinte possa aprender a língua de sinais como segunda língua. Ainda pretende realizar atividades com os surdos que ainda não conhecem a língua.


Através da interpretação para o português do Prof. Cristiano Vilela, professor de Libras já lotado no Campus, Adeilson relatou que sentia-se muito feliz com essa nova conquista, além de deixar recado aos surdos de que, com muita determinação e esforço, é possível alcançar realizações como esta.


Libras é a língua da comunidade surda do Brasil, oficializada pela Lei 10.436/2002.