Você está aqui: Página Inicial / Informes / Projeto para a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia envolve docentes e discentes em ações de divulgação da ciência em Arapiraca
31/10/2019 11h48

Projeto para a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia envolve docentes e discentes em ações de divulgação da ciência em Arapiraca

Divulgação científica no Arapiraca Garden Shopping.

Wilmo Ernesto Francisco Junior

          Desde o dia 21 de outubro, o Campus Arapiraca vem promovendo atividades de divulgação científica para a comunidade acadêmica e a população em geral. As atividades estão ligadas ao mês da Ciência e Tecnologia no Brasil. Coordenado nacionalmente pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, a última semana de outubro é oficialmente a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (este ano de 21 a 27 de outubro). Com o tema Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável, a 16ª SNCT visa debater a importância da ciência para a exploração sustentável das riquezas naturais do país. Com o projeto Do sertão ao litoral: o bioma alagoano é mais que “pop” e comciência é mais que “top”, aprovado pela Chamada CNPq/MCTI nº 09/2019, o professor Wilmo Ernesto Francisco Junior vem coordenando, com o apoio de demais docentes e estudantes dos cursos de Licenciatura em Química, Biologia e Física, uma série de ações em Arapiraca. O professor, que também é coordenador do Grupo de Pesquisa em Educação e Difusão Química e Científica (EDIFQUICI), além de docente dos Programas de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PPGECIM/UFAL) e Educação (PPGE/UFAL), ressalta a importância da iniciativa.

          "Toda a população usufrui das benesses e sofre com os possíveis impactos decorrentes do avanço da ciência e tecnologia. Ao mesmo tempo, paira atualmente um obscurantismo, ou um tempo de pós-verdade, que tenta apresentar visões alternativas e perniciosas sobre temas bem estabelecidos no meio científico, entre elas o terraplanismo e a negação da vacinação e do aquecimento global. A divulgação da ciência assume então um papel essencial em envolver a população na discussão de temas científicos que impactam a todos diretamente. A universidade, como instituição principal da produção do conhecimento, precisa assumir essa responsabilidade com maior intensidade, pois, em geral, os pesquisadores comunicam seus resultados apenas a outros pesquisadores, afastando-se das pessoas".

          Desde o dia 21 de outubro está sendo desenvolvida uma diversidade de ações que incluem Mostra Interativa de Experimentos, palestras, oficinas e visitas ao Campus Arapiraca. As atividades se iniciaram no dia 21 para a comunidade acadêmica do Campus.

          O Campus vem sendo ainda palco da visita de escolas de Educação Básica da região de Arapiraca, abrangendo cidades circunvizinhas. No último final de semana, dias 26 e 27, as ações se estenderam ao Arapiraca Garden Shopping.

          Ao todo, estima-se que o público visitante ultrapasse mil participantes. Além da necessidade da popularização científica como ferramenta educativa para as pessoas, é importante ainda a contribuição dessas atividades para a formação dos estudantes. O professor destaca o envolvimento de mais de 50 estudantes de licenciatura do Campus Arapiraca nas atividades, bem como demais professores tais como a coordenadora do curso de Licenciatura em Química, profa. Silvia Helena Cardoso. Além do grupo de pesquisa, a realização do projeto está a cargo do Programa de Educação Tutorial – PET Química, em parceria com os programas PIBID e Residência Pedagógica. Embora concentradas no mês de outubro, as atividades têm caráter permanente e continuarão a ocorrer. Mais informações, inclusive material informativo e educativo, podem ser acessadas por meio das redes sociais: @sn.cienciaetecnologia2019, @petquimicaufal, @poesiacomciencia.