Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / 7 / Semana de Comunicação da Ufal encerra com grande adesão
13/07/2017 14h38

Semana de Comunicação da Ufal encerra com grande adesão

Palestras, grupos de debates e oficinas movimentaram o bloco de comunicação, no Campus A.C. Simões, em Maceió

Organização do evento com o repórter fotográfico José Alves Feitosa (Zé da Feira). Foto: Divulgação Secom

Thalis Firmino - estudante de Jornalismo

A Semana de Comunicação (Secom), que ocorreu entre os dias 6 e 11 de julho, na Ufal, terminou com balanço positivo da comissão organizadora. Foram quatro dias de extensa e variada programação pautada na temática Comunicar pra quê(m)?

De acordo com Maykson Douglas, um dos organizadores, o evento teve boa receptividade por parte dos calouros e veteranos. “Realizar foi uma decisão de muita resistência. Há alguns anos que esse evento tão importante, onde nós alunos somos protagonistas, não acontecia, agora, em 2017.1, enfim, realizamos. O retorno por parte do nosso público foi positivo, os professores também elogiaram bastante a organização. Estamos muito felizes com o sucesso da Secom”, ressalta.

No total, a Semana de Comunicação contou com cerca de 160 participantes credenciados, que vivenciaram uma experiência mais próxima e esclarecedora sobre o papel e atuação de jornalistas e relações-públicas nos dias atuais. Discussões sobre ética, políticas públicas, comunicação multimídia e integrada foram alguns dos assuntos centrais nesta edição.

No time de convidados, além dos docentes da Ufal, personalidades como o repórter fotográfico José Alves Feitosa (Zé da Feira) e os jornalista Jhonatan Pino, Lenilda Luna e Aurea Dantas foram alguns dos nomes que marcaram presença.

Para a caloura Emanuelle Borba, as atividades da Secom contribuem para um melhor entrosamento entre os recém-ingressos e os discentes mais antigos, bem como, possibilita uma aproximação com professores e profissionais locais. “Foi muito positivo, porque encontrar outras pessoas que estão passando por essa primeira experiência até conforta. Os próprios veteranos passam dicas, informações, é uma preparação. Além dos professores, que também nos ensinam sobre como se comportar e já passam ideias previas do que encontraremos nos próximos meses”, relata.

No encerramento, um sarau e uma festa unificada entre os cursos de ciências humanas e sociais da instituição, realizados no Centro de Interesse Comunitário (CIC), abriram oficialmente, para os graduandos, o ano letivo de 2017.1. Todas as fotos podem ser acessadas através do link: https://goo.gl/uHjwJh