Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / 7 / Aulas em Viçosa são suspensas por dificuldade de acesso à unidade
17/07/2017 09h13 - Atualizado em 18/07/2017 13h24

Aulas em Viçosa são suspensas por dificuldade de acesso à unidade

A decisão foi tomada em reunião da direção da Unidade e da Gestão

Reunião entre a Gestão e as representações do Campus Arapiraca e unidade de Viçosa, no gabinete do vice-reitor

Lenilda Luna - jornalista

Em reunião realizada na última sexta-feira (14), a Gestão da Ufal, representada pelo vice-reitor José Vieira, resolveu acatar o pedido de suspensão temporária das aulas feito pela direção da unidade de Viçosa, onde funcionam os cursos de graduação e mestrado em Medicina Veterinária. O pedido foi motivado pela dificuldade de acesso à unidade depois das fortes chuvas do período, que transformaram a estrada num lamaçal, impedindo a passagem dos veículos.

A estrada de acesso à Fazenda São Luiz também liga o município de Viçosa à Pindoba, mas está intransitável. "Os estudantes estavam precisando caminhar quilômetros a pé para chegar à Ufal. Estamos sensíveis a essa situação trazida pela direção do Campus Arapiraca e da unidade de Viçosa. Faremos o possível para pedir agilidade à gestão municipal e ao Governo do Estado para melhorar o acesso", explicou o vice-reitor José Vieira.

Durante o período de suspensão das aulas, além de solicitar os serviços dos órgãos responsáveis pela estrada de acesso, a Superintendência de Infraestrutura (Sinfra) vai enviar engenheiros para fazer um laudo técnico. "Temos um problema de oscilação de energia elétrica que precisa ser resolvido junto à Eletrobras. Essa semana também vamos fazer uma perícia nos prédios, que são antigos e estão com problemas devido às chuvas", informou Márcio Barbosa, superintendente da Sinfra.

A reitora da Ufal, Valéria Correia, garante todo o empenho da Gestão para solucionar os problemas da unidade de Viçosa. "Sabemos que é um transtorno para os estudantes. Muitos vieram de outros municípios e estados para estudar Medicina Veterinária. Vamos resolver o que estiver ao alcance da Ufal e solicitar aos órgãos competentes a melhoria da estrada e do fornecimento de energia. O calendário acadêmico será ajustado e apresentado ao Conselho Universitário, para que os estudantes não sejam prejudicados", afirmou a reitora.