Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / 6 / Propep conclui encontros nos campi para criação de cursos de Pós-graduação
13/06/2017 11h16 - Atualizado em 14/06/2017 14h24

Propep conclui encontros nos campi para criação de cursos de Pós-graduação

Visitas aconteceram de 31 de maio a 2 de junho em Arapiraca, Penedo e Campus do Sertão

Cairo Martins - estagiário de Jornalismo e Danielle Bezerra - estudante de Relações Públicas

A Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Ufal (Propep) tem caminhado na direção de ampliar o diálogo com as unidades do interior. Nesse contexto, entre os dias 31 de maio e 2 de junho , a equipe de coordenadores da Propep visitou os campi de Arapiraca e do Sertão e a Unidade de Ensino de Penedo, onde foi ministrada a palestra “Orientações e Boas Práticas na Gestão da Pós-Graduação” pelo professor Alejandro Frery, pró-reitor de pesquisa.

A equipe da Propep, além do pró-reitor, foi composta pelo coordenador de pós-graduação, professor Helson Sobrinho; a coordenadora do Programa de Inovação Tecnológica e Empreendedorismo (PITE), professora Eliana Almeida; e o coordenador de pesquisa, professor André Lage.

O objetivo do calendário foi desenvolver um plano de ações junto com às unidades do interior para atender às demandas solicitadas à Propep por parte dos programas de pós-graduação referentes aos cursos existentes e de grupos com interesse em novos cursos de pós-graduação em suas unidades.

Em Arapiraca, a Pró-reitoria esteve à disposição para acompanhar e assessorar os professores da presente unidade na criação de novos cursos de pós-graduação, considerando as propostas alinhadas à regulamentação do órgão superior, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Na ocasião, professores do curso de computação levantaram a possibilidade de realizar um curso de especialização lato sensu, com o objetivo de assistir os estudantes e o mercado local, e foi nessa oportunidade que os professores receberam as devidas orientações para implementação desta iniciativa. Este formato de assessoramento fortalece o interesse de criar novos cursos de pós-graduação, além de fortalecer os já existentes. Compareceram o coordenador de pesquisa professor Edmilson Silva, e os representantes do campus, os professores Wander Botero e Tobyas.

Em reunião com os gestores da Propep, os professores do Núcleo de Ciências Exatas (NCEX), do Programa de Pós-graduação em Agricultura e Ambiente (PPGAA) e do Curso de Enfermagem da Ufal levantaram as dificuldades da infraestrutura física do campus e o professor Alejandro Frery propôs uma reunião com a Pró-reitoria de Gestão Institucional (Proginst) para retificar os pontos em aberto. "Estamos cientes das dificuldades, que não são exclusivas da Ufal mas do País como um todo. Trabalharemos conjuntamente com outras Pró-Reitorias para tentar amenizá-las.", comentou o pró-reitor.

No campus Sertão, em Delmiro Gouveia, o Núcleo de Estudo e Pesquisa sobre Diversidade e Educação do Sertão (Nudes) agendou reunião direta com o pró-reitor da Propep para a apresentação da proposta do mestrado profissional em “Educação e Diversidade Étnica, Sexual e de Gênero”. Após a avaliação da situação atual, o Núcleo agendou uma visita a Propep para apresentar uma proposta consolidada no dia 26 de junho.

Já em Penedo as discussões partiram do projeto de pós-graduação latu senso em Meio Ambiente que trará conteúdo associando o ensino com outros cursos da unidade, entre eles o de Ciências Biológicas, Engenharia de Pesca, Engenharia de Produção e Turismo.

Na ocasião, foi apresentado ainda o projeto de criação do curso de especialização em Gestão em Meio Ambiente, onde a Propep apreciou com alegria a proposta, e se comprometeu em acompanhar o seu desenvolvimento e futuras articulações com Fapeal, Ibama, Secretarias de Meio-Ambiente e demais órgãos apoiadores.

A equipe da Propep, em Penedo, foi recebida pelo coordenador Alexandre e pelo docente Cláudio Sampaio. Na oportunidade, o professor Cláudio Sampaio demonstrou satisfação em relatar que mesmo com as dificuldades de infraestrutura da unidade, muitos foram os alunos que ali passaram e que hoje ocupam espaço em cursos de mestrado e doutorado em várias Instituições de Ensino Superior (IES) pelo Brasil, além de como as ações de pesquisa e extensão têm alcance significativo na comunidade de Penedo e arredores.