Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / 6 / Progep lança edital de substituto para suprir vagas de docentes afastados
16/06/2017 11h26 - Atualizado em 20/06/2017 12h43

Progep lança edital de substituto para suprir vagas de docentes afastados

São 50 vagas distribuídas entre os campi A.C. Simões e Arapiraca

Edital de professor substituto é fruto de política institucional de qualificação na Ufal

Ascom Ufal 

A Pró-reitoria de Gestão de Pessoas e do Trabalho (Progep) da Ufal publicou edital de vagas de professor substituto para suprir afastamentos de docentes da Universidade para participação em programas de pós-graduação stricto sensu.

O edital contempla 50 vagas a serem distribuídas entre os campi A.C. Simões e Arapiraca, unidades educacionais de Palmeira dos Índios, Penedo e Viçosa.

O objetivo é intensificar as ações institucionais voltadas para a consolidação das atividades de pesquisa e pós-graduação, visando atender a carência de recursos humanos de docentes na Ufal, além de possibilitar a contínua qualificação dos professores e a manutenção das rotinas acadêmicas na instituição.

De acordo com a Progep, o edital atende uma demanda antiga dos docentes, presente na pauta local de 2012. Para atender essa pauta, a Gestão está utilizando pontos do Banco de Professor Equivalente por meio de critérios públicos e transparentes, cumprindo, ainda, metas internas definidas no Plano de Desenvolvimento Institucional e da Política Nacional de Desenvolvimento de Pessoal, criada pelo Decreto nº 5.707/2006.

“Foi realizado um estudo interno pela coordenação de processos seletivos, coordenada pelo servidor João Paulo. A servidora Laís Costa, através do estudo, constatou que a Universidade tem um quadro significativo de docentes com potencial de qualificação, registrando-se 120 docentes sem mestrado e 460 sem doutorado, o que traz impactos importantes nos processos de avaliação dos cursos e avaliação institucional. Por outro lado, há a possibilidade de alavancar novos programas de pós-graduação internos, especialmente nos campi do interior e fortalecimento dos programas já existentes com o ingresso de novos professores com doutorado", destacou a pró-reitora de Gestão, Carolina Abreu.

Critérios para concorrer a uma das vagas

Até o dia 14 de julho, podem se inscrever professores do magistério superior, selecionados ou matriculados em programa de pós-graduação reconhecido pelo Conselho Nacional de Educação (CNE/MEC), que desejam ser contemplados, durante o período de seu afastamento, por um professor substituto a ser contratado mediante processo seletivo simplificado realizado pela Progep.

O docente efetivo deve preencher o formulário online disponível neste link e encaminhar os documentos (em arquivo PDF ou de imagem), descritos no item 2.1.1. do edital nº 31/2017- Progep/Ufal, para o endereço de e-mail concursos.ufal.ppgs@gmail.com.

A contração de professores substitutos para atender aos afastamentos seguirá os prazos de 12 meses para os casos de mestrado; 24 meses, doutorado; e seis meses para pós-doutorado. A seleção seguirá o calendário proposto pela Progep.

Conforme a Progep, dentre os critérios utilizados buscou-se privilegiar dados objetivos das unidades acadêmicas, como: avaliação dos programas de pós-graduação instalados, número de docentes com pós-graduação, nível de avaliação dos cursos, tempo de serviço na universidade e o exercício de atividades de gestão acadêmica, como coordenação de curso e participação em colegiados.

"A composição do texto [do edital] foi um trabalho realizado com a contribuição participativa do Fórum dos Colegiados e de outras instâncias como as pró-reitorias de Graduação; Pós-graduação e Pesquisa; além da de Gestão de Pessoas e do Trabalho, sendo uma construção participativa, assim como vem buscando paulatinamente a gestão da Ufal", ressalta Carolina Abreu.

A reitora Valéria Correia destaca a importância do edital para a lisura no processo de contratação dos professores substitutos. “Sabemos que há limites da disponibilização dos pontos de substitutos para esse fim, pois a demanda é maior que os pontos, mas é um primeiro passo dado já que, pela primeira vez, estamos, de modo transparente, usando a pontuação do banco de professor. Um outro destaque é que estamos disponibilizando os pontos através de edital. Não há, portanto, aqui, privilégios. O processo é transparente, meritocrático e isonômico, sem desconsiderar a realidade dos campi, principalmente do interior onde há uma maior demanda de professores mestres", frisou.  

Para conferir o edital na íntegra, clique aqui

Políticas institucionais

A Gestão da Ufal tem buscado fortalecer a política de qualificação do servidor técnico e docente. A reitora Valéria comemora o lançamento deste edital de professor substituto que vai beneficiar toda a comunidade universitária.  

"Essa é uma ação importante da Gestão, por meio da Progep para a Universidade: pensar a qualificação docente como uma responsabilidade institucional. A qualificação, não apenas para o servidor, mas para a instituição é de suma importância, pois sabemos que quando o mesmo retorna à Universidade, traz consigo mais conhecimento, contribuindo ainda mais com a qualidade dos processos formativos e de pesquisa da Ufal. E por isso, a qualificação, não pode ser uma responsabilidade do servidor que se afasta e, tampouco, de quem fica, onerando muitas vezes os colegas que estão no setor, já sobrecarregados com a carga horária que se predispõem a ficar no lugar do colega de trabalho que está se afastando e isso é o que ocorre, na maioria das vezes”, comentou.

Neste edital o Campus do Sertão não foi contemplado porque já existe um programa de substitutos para qualificação dos docentes, direcionando 15 vagas para garantir a saída deles para qualificação em programas de pós-graduação de mestrado e doutorado.

A pró-reitora Carolina Abreu ressalta ainda que está em curso a liberação de um segundo edital de apoio aos programas internos de pós-graduação, mediante a concessão de 43 professores visitantes, possibilitando a criação de vagas específicas para servidores. Essa ação contempla também a categoria dos técnicos-administrativos e possibilitará a efetivação da política servidor na pós e a qualificação dos técnicos e docentes nos programas da Ufal. 

Para que os professores acompanhem a utilização do Banco de Professor Equivalente a Progep tornou pública, a partir deste ano, a distribuição de vagas por unidades, a sua utilização e as vacâncias, garantindo transparência às vagas docentes. Confira aqui