Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / 6 / PET de Economia lança Boletim com principais indicadores de 2016
06/06/2017 11h33 - Atualizado em 07/06/2017 14h41

PET de Economia lança Boletim com principais indicadores de 2016

Dados apontam endividamento das famílias maceioenses e queda na produção da safra; construção civil ficou estável

Boletim Peteco é mensal e disponível online

Letícia Sant’Ana - estagiária de Jornalismo

O Boletim de Conjuntura de Alagoas do Programa de Educação Tutorial de Economia (Peteco) lançou neste mês uma edição com os principais indicadores econômicos do Estado no ano de 2016. O trabalho é uma realização dos alunos de graduação sob a supervisão do professor Cid Olival Feitosa. Produzido desde outubro de 2015, o projeto aborda temas como Índice de Preços ao Consumidor, Balança Comercial de Alagoas, emprego, turismo, entre outros assuntos.

Entre os assuntos abordados, o documento mostra baixo volume de exportações e uma queda de produção da safra alagoana, a exemplo do abacaxi (53,7%), coco-da-baía (18,3%), e cana-de-açúcar (4,3%). Por outro lado, as pesquisas mostram estabilidade no setor da construção civil e leves variações nos índices de serviços. O Boletim ainda apresenta um dado preocupante, de que 62,3% das famílias maceioenses ficaram endividadas em 2016.

“O Boletim proporciona um maior aprofundamento sobre alguns conteúdos trabalhados em sala de aula e uma maior inter-relação entre as atividades de ensino, pesquisa e extensão.  Além disso, estimula o desenvolvimento da capacidade argumentativa, via produção textual, promovendo uma formação crítica e cidadã acerca da realidade estadual”, afirma o orientador do projeto.

O Peteco, por meio de análises setoriais, realiza o acompanhamento sistemático da evolução e das tendências de curto prazo da economia alagoana. No informativo é possível ter acesso à essas informações a partir de uma linguagem mais clara e acessível não somente aos estudantes das ciências econômicas, mas a toda sociedade alagoana.

Para acessar o Boletim com a síntese dos indicadores de 2016, basta clicar aqui. A publicação é mensal e online, disponível no site do Peteco e no Facebook.