Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / 5 / Dia do pedagogo enfatiza a importância do curso na Ufal
26/05/2017 15h18 - Atualizado em 29/05/2017 18h03

Dia do pedagogo enfatiza a importância do curso na Ufal

Curso de Pedagogia completou 56 anos este ano e é considerado referência para todo o estado

Professora Sandra Regina destaca a importância da Pedagogia da Ufal para Alagoas

Thamires Ribeiro – estagiária de jornalismo

No dia 20 de maio é comemorado o dia do pedagogo. A Universidade Federal de Alagoas (Ufal) comemora também este ano os 56 anos da graduação no Estado e celebra, junto com o Centro de Educação (Cedu), o aniversário de um dos cursos de mais destaque na instituição.

A Pró-reitora de Graduação da Ufal, professora Sandra Regina, explica que “o curso de Pedagogia da Ufal é um curso histórico no âmbito da instituição e, ao longo do tempo, vem se destacando na Universidade, tendo em vista o seu papel social na formação de intelectuais no campo da educação”.

Sandra Regina acrescenta que o curso tem o papel social de contribuir para a formação intelectual do quadro de professores do estado. “O curso permite aos estudantes que nele ingressam o acesso a atividades de ensino, que envolve monitorias, Programa Institucional de Bolsa e Iniciação à Docência (Pibid), que é relacionado à formação de professores, acesso às pesquisas por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic), além de diversas atividades de extensão e grupos de pesquisa”. E complementa: “O estudante que adentra no curso de pedagogia tem um leque de oportunidades formativas e de inserção nas redes de ensino”.

A Pró-reitora enfatiza a importância do curso e evidencia que, além de ser o 3° curso mais concorrido da Ufal, ficando atrás somente de Medicina e Direito, é também um curso com conceito 4 no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que avalia o desenvolvimento do curso e o desempenho dos alunos que o frequenta.

É um curso de referência, que tem um potencial formativo muito grande, e que nossa instituição se orgulha de ter no conjunto dos seus cursos. É uma graduação que tem um compromisso, não só com a formação individual, mas também uma contribuição com a formação de intelectuais e de professores no âmbito do estado de Alagoas”, relata Sandra Regina.

O curso e todas as pessoas que o compõe é de extrema importância para os alunos que decidiram seguir na área. Maria Betânia concluiu a graduação e a especialização em Educação e Direitos Humanos na Ufal, e já foi aprovada em um concurso. Ela ressalta a importância do incentivo que vem dos professores do bloco. “O Cedu foi de extrema importância para mim, pois é um ambiente formador, com professores qualificados, que incentivam e motivam a todo momento, e é disso que os alunos precisam para continuar, e entrar de cabeça nesse universo desconhecido que é a universidade. Tenho uma imensa satisfação e agradeço a todos”, destaca.

As bolsas e projetos cedidos pela Universidade também são de extrema importância, como lembra a recém-formada no curso, e aprovada em 1° lugar no Programa de Pós-graduação em Educação (PPGE) em História e Política da Educação, Elayne Virturino, “O Cedu foi fundamental durante minha formação, pois me incentivou a dedicar-me com mais afinco à graduação, sou extremamente grata aos professores que desempenharam um papel valoroso. Assim pude buscar mais tempo para estudar, tanto para as disciplinas quanto para outras atividades dentro da universidade, que  envolviam os pilares  da pesquisa e  extensão", enfatiza.  "Acredito que os professores do Cedu reafirmam o papel transformador da educação na vida dos alunos”, reconhece.

As egressas do curso e a pró-reitora declaram que o crescimento do curso se dá sempre para a melhoria da educação no estado, atuando no processo formativo de novos professores. Sandra afirma que “os objetivos são melhorar a educação do estado de Alagoas". "Certamente, professores mais formados, mais qualificados, contribuem efetivamente com a qualidade, a melhoria do ensino e da conjuntura como um todo”.

Vem sendo percebido um grande crescimento do curso e, de acordo com a Pró-reitora, a Universidade vem recebendo um ótimo retorno, assim como os estudantes, que têm tido resultados efetivos em aprovações em concursos e em programas de mestrado e doutorado.

A Pedagogia na Ufal

O curso de Pedagogia surgiu no ano de 1961 na Ufal. E para ampliar as formas de aprendizagem, surgiu também em 1988 a versão do curso a distância, e desde então as atividades não pararam. Hoje, além do curso de graduação de licenciatura em Pedagogia que está presente nos campi do Sertão, Arapiraca e A. C. Simões, com mais de 1.000 alunos ativos inscritos, há também os programas de pós-graduação que abrangem especializações, mestrado e doutorado, tendo como linhas de pesquisa História e Política da Educação, Educação e Linguagem, Tecnologias da Informação e Comunicação na Educação e Processos Educativos