Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / 4 / Sétima edição da Universidança celebra dez anos do curso de Dança
20/04/2017 10h43 - Atualizado em 24/04/2017 11h27

Sétima edição da Universidança celebra dez anos do curso de Dança

Serão seis dias de programação acadêmica e artística, com oficinas abertas ao público em geral

Arte de divulgação

Simoneide Araujo – jornalista colaboradora

Além de celebrar os dez anos de criação da licenciatura em Dança da Universidade Federal de Alagoas, a 7ª Universidança também vai comemorar o Dia Internacional da Dança – 29 de abril, com intervenção pública no Shopping Pátio Maceió. O evento é considerado a vitrine do curso por apresentar toda sua produção acadêmica e artística para a própria Ufal e para a comunidade externa. É gratuito e pretende movimentar a semana.

A edição de 2017 acontece de 24 a 29 deste mês, com programação intensa durante os três horários, no Espaço Cultural Universitário, na Praça Sinimbú, e no Studio Jayson França, localizado no Jaraguá Tênis Clube. “Este ano mudamos o formato em relação a 2016. Ampliamos de três para seis dias, colocamos programação pela manhã, tarde e noite, concentrando as atividades voltadas aos nossos alunos e aos da Escola Técnica de Artes para o horário da manhã. À tarde e à noite é aberto ao público em geral. Vale a pena conferir”, disse a professora Isabelle Pitta, coordenadora do evento.

Serão ofertadas mesas-redondas, apresentações de trabalhos de comunicação oral, Grupos de Trabalho, oficinas e apresentações artísticas. A programação completa e o regulamento poderão ser consultados na página do evento no Facebook.

Para participar, basta chegar meia hora antes da atividade e fazer a inscrição. O turno da noite será para apresentações coreográficas, resultado de trabalhos dos alunos, e Isabelle também vai reapresentar, dia 27, seu espetáculo Sapatos Vermelhos, na Pinacoteca Universitária. “Nossa semana acadêmica traz a oportunidade que público, de uma maneira geral, e os alunos dos cursos de Artes conheçam a nossa produção. Teremos apresentações de TCCs [Trabalhos e conclusão de curso] e defesa de TCC. Nossos alunos e professores vão mostrar suas pesquisas e suas performances – suas produções artísticas. Por isso que é a vitrine do nosso curso”, destacou Isabelle.

Serão realizados três GTs: Dança e Produção Cultural; Dança e Educação; Dança e Identidade Racial. “Estamos retomando os Grupos de Trabalho, que foram importantes em duas edições anteriores e resultaram na criação e ofertas da disciplina eletiva Dança, Gênero e Identidade Racial, ministrada pela professora Nadir [Nóbrega]”, contou.

A coordenadora do evento fala da satisfação de receber a ex-professora do curso, Paula Caruzo, que hoje leciona na Universidade de Campinas (Unicamp). “Ela está vindo especialmente a Maceió participar do evento e vai apresentar alguns resultados de sua pesquisa realizada em Alagoas por seu grupo de pesquisa da Unicamp. Por ter sido nossa docente, ela ainda mantém o vínculo e estamos abrindo esse espaço”, revelou Pitta.

Momento de integração

Isabelle Pitta explica que o ponto principal da Universidança é formentar nos alunos a produção, seja acadêmica, seja artística. Além disso, ela considera que o evento é um momento de integração entre as turmas. “Queremos despertar nos alunos que estão chegando – do primeiro e segundo semestres –, para que eles se sintam motivados a se envolver com pesquisa e possam participar nas próximas edições apresentando seus trabalhos. Será uma semana muito movimentada e esperamos incentivar o interesse em todos”, definiu.

Será um momento de encontro dos professores e dos alunos e do curso com a comunidade. “Teremos três oficinas ministradas por nossos alunos e voltadas para o público externo. Duas são sobre danças urbanas e a outra de dança de salão. Para realizar essas atividades, fizemos parceria com o Stúdio Jayson França, que foi nosso aluno”, anunciou a coordenadora.