Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / 12 / Consuni aprova criação do Instituto de Educação Física
05/12/2017 14h36 - Atualizado em 05/12/2017 14h51

Consuni aprova criação do Instituto de Educação Física

Também foi aprovada a vinculação do curso de Medicina veterinária ao Ceca

Conselheiros discutiram temas sobre os cursos de Medicina Veterinária e Educação Física. Fotos: Ascom Ufal

Ascom Ufal
Em sessão do Conselho Universitário (Consuni) na última segunda-feira (4), foram discutidas, junto com  representantes da comunidade acadêmica dos cursos de Educação Física e de Medicina Veterinária, resoluções importantes relacionadas aos cursos.  
Durante a reunião dos conselheiros, houve a apresentação da proposta, feita pela professora Leonéa Vitoria Santiago, de de criar a Unidade de Educação Física, com o objetivo de administrar o Complexo Esportivo de 49 mil metros quadrados, além de gerenciar o uso dos modernos equipamentos, todos dentro de padrões internacionais de práticas esportivas.
A professora destacou a relevante produção acadêmica, científica e de extensão, que justificaria o desmembramento do curso, atualmente ligado ao Centro de Educação, e sua transformação em Instituto de Educação Física. "Precisamos deste suporte administrativo para gerir o importante completo esportivo que está sendo concluído na Ufal", ressaltou Leonéa. Em seguida, a proposta foi aprovada por ampla maioria.
Em relação ao curso de Medicina veterinária, a proposta de resolução apreciada foi a desvinculação do Campus Arapiraca, a ser vinculado ao Centro de Ciências  Agrárias (Ceca). Entre as várias vantagens apontadas para a mudança, o  professor Fernando Wiecheteck, diretor do Hospital Veterinário, destacou a possibilidade de compartilhar os professores. "Com o reforço do quadro docente do Ceca, podemos pensar em aumentar a entrada no curso de Medicina veterinária, de 40 para 80 vagas por ano", disse Fernando.
Falando enquanto direção do Centro de Ciências Agrárias, o professor Gaus Silvestre de Andrade, também indicou as possibilidades e vantagens dessa transferência de vínculo, mantendo o curso na Fazenda São Luíz, em Viçosa. "Para nós do Ceca, os especialistas de Medicina Veterinária vão suprir demandas em áreas de pesquisa, nas quais não temos pesquisadores. Poderemos compartilhar equipamentos e estreitar a colaboração em linhas de pesquisa da pós-graduação. A vinculação ao Ceca, que será o futuro Campus Rio Largo, vai ser muito proveitosa para a Ufal", ressaltou.
A Professora Eliane Cavalcante, diretora do Campus Arapiraca, abordou vários aspectos do processo de interiorização da Ufal, avaliando as deficiências que precisam ser superadas. "O grupo de Viçosa desde o início sofreu com as dificuldades de infraestrutura. Fizemos investimentos para que o curso pudesse alcançar a nota 4 na avaliação, mas os problemas estruturais ainda continuam", ponderou a diretora.
A reitora Valéria Correia destacou o esforço da gestão para responder às demandas da unidade de Viçosa. "Desde de julho deste ano, quando fortes chuvas prejudicaram a estrada de acesso e isolaram a unidade de Viçosa, obrigando a suspensão das aulas, estamos buscando as parcerias com o poder público local para tomar as devidas providências. O prefeito Davi Brandão assumiu o compromisso de melhorar a estrada de acesso ao hospital, que  também liga o município de Viçosa a Pindoba. Estamos envidando esforços para equipar o Hospital Veterinário e melhorar a infraestrutura", explicou a reitora.
Depois de amplo debate, que se prolongou até às 20h, no qual, além dos conselheiros, também intervieram os representantes da comunidade de Viçosa, a resolução foi aprovada por 38 votos favoráveis e duas abstenções.