Você está aqui: Página Inicial / O Estudante / Diário do fera / As dicas de sobrevivência de Gabriel Cortez
26/03/2015 09h52 - Atualizado em 26/03/2015 14h26

As dicas de sobrevivência de Gabriel Cortez

Iniciamos hoje uma jornada de 16 semanas com relatos de feras sobre seus cotidianos na Universidade. Nessa primeira etapa, serão quatro deles revezando semanalmente no Portal do Estudante e apontando as boas e más experiências na Ufal. Em sua primeira publicação, o Diário do Fera apresenta Gabriel Cortez, aluno de Engenharia de Agrimensura, que inicia a série com um breve manual de sobrevivência. Vejam só:

Sempre quis ir pra faculdade, chegava a contar os dias no ensino médio pra ir, mas quando ele termina, tudo muda. Você tem que aproveitar ao máximo, por que quando chega no fim temos um péssimo sentimento de incerteza sobre o nosso futuro.

Minha primeira semana foi igual a fechar os olhos e sair andando totalmente sem rumo, não demorou muito até aparecerem pessoas conhecidas (também calouros), porém, ainda nos sentíamos desorientados. Quando minha amiga falou a frase que mais ajudou na semana, "siga o fluxo de feras", foi dito e feito, passamos a semana seguindo os outros, até que nos acostumamos.

Depois de sobreviver a primeira semana, começo a me familiarizar com a turma, mesmo com algumas pessoas ainda recatadas... mas é uma questão de tempo, até que todos se acostumem.

E logo aparecem longos textos, livros e trabalhos, tudo ao mesmo tempo, a sensação de estar perdido logo se esvai e o compromisso toma conta.

O que dizer do Ceca: excelente lugar, bastante verde e com ótimo cenário para fotos, além do diretor super dedicado aos alunos. No começo é monótono, mas se aprende a conviver.

Quando se está na escola, o sonho de muitos é ir pra faculdade, porém, nos esquecem de dizer itens que podem mudar sua rotina de fera.  Se eu pudesse fazer um manual de sobrevivência do fera, meus primeiros capítulos seriam algo como:

  1. A partir de agora é tudo por conta própria
    Se você precisa de ajuda, procure os alunos veteranos, eles te orientam melhor (no meu caso não, eu não tinha nem sala nos primeiros dias).
  2. Transporte
    Para quem não está acostumado, vai sofrer um pouco de impacto. Ninguém lhe fala que você vai ter que esperar um tempão no ponto. Dica: Seja ninja e se camufle, se quiser ir sentado. Obs.: CittaMobi salva longas esperas
  3. Escute a conversa alheia (se for sobre informações acadêmicas).
    Muitas vezes a conversa alheia o ajudará a se orientar, se você tiver dúvidas e for tímido. Sempre siga os calouros pra onde eles andarem (igual a um bando).
  4. Ande com garrafa d'água
    Apesar de todas as dificuldades enfrentadas, a sensação de conquista é imensa, um alívio que em breve será tomado por novos fatos.
Erro
Ocorreu um erro enquanto renderizando o portlet.