Você está aqui: Página Inicial / Informes / Rede Andifes torna pública a seleção para estudantes de Letras que queiram ensinar Inglês, Espanhol, Francês e Português
17/08/2020 17h48 - Atualizado em 21/08/2020 17h58

Rede Andifes torna pública a seleção para estudantes de Letras que queiram ensinar Inglês, Espanhol, Francês e Português

O edital é uma ação da Rede Andifes em conjunto com a Faculdade de Letras (Ufal) e a Assessoria de Intercâmbio Internacional (Ufal)

A Rede Andifes Idioma sem Fronteiras, juntamente com a Faculdade de Letras (FALE) e a Assessoria de Intercâmbio Internacional (ASI) da Universidade Federal de Alagoas, tornam pública a abertura do processo seletivo de discentes da Faculdade de Letras para preenchimento de 15 vagas da REDE ANDIFES IDIOMAS SEM FRONTEIRAS, como professores da rede.

Criada mediante a assinatura de convênio entre universidades brasileiras e a ANDIFES, tem como objetivo potencializar a realização de cursos de línguas e culturas voltados ao aprimoramento da formação de discentes das IES brasileiras. A abertura dos editais possibilitarão a concessão de bolsas de estudo a discentes da Faculdade de Letras da UFAL, regularmente matriculados, em efetivo exercício de suas atividades na IES, para, sob a supervisao de um docente da Faculdade de Letras, ministrar aulas da língua Espanhola, Francesa, Inglês e Português, entre os períodos de setembro à dezembro de 2020, de forma remota.

Ao total serão 15 bolsas no valor de 800 reais mensais, sendo (04) bolsas para estudantes no curso de Letras Espanhol, (04) para o curso de Francês, (04) para os de Inglês e (03) para o curso de Português.

Para se inscrever, o/a discente deverá preencher o formulário eletrônico de inscrição disponível no endereço eletrônico: https://forms.gle/AME4U9ZggNaxJhxa8 até as 12h do dia 24/08/2020.

Nele é necessário, obrigatoriamente, fazer o upload, dos seguintes documentos em
arquivo PDF (no máximo 10M):
a) Histórico analítico atual;
b) Comprovante de Matrícula;
c) Cópia do RG e CPF;
d) Carta de Intenção na língua estrangeira para qual o candidato está pleiteando;
e) Comprovante de conhecimento (Certificação oficial de língua e/ou histórico escolar do idioma escolhido);

 Lembrando que a prestação de informação falsa pelo/a estudante, apurada a qualquer tempo, em procedimento que lhe assegure o contraditório e a ampla defesa, ensejará as sanções administrativas e penais cabíveis.

Para mais informações, leia abaixo os editais em sua íntegra: